quarta-feira, 6 de abril de 2011

Estabilidade e União!



"O Sporting precisa de estabilidade, mas também precisa de verdade. Quando a verdade for apurada, a partir daí os sportinguistas, ganhe quem ganhar, têm de estar unidos em redor do seu presidente."


Esta frase de Inácio reflecte uma necessidade urgente do Sporting para os próximos tempos. Começo pela estabilidade que será necessária para conseguirmos o único objectivo da época, a conquista do 3º lugar. 

Na realidade é um ponto fundamental e vital para os próximos jogos, dos quais 3 serão em Alvalade. E se os resultados em nossa casa têm sido francamente negativos, se o ambiente estiver amplamente dividido, isso só nos irá prejudicar. Mas não é só no futebol que precisamos de estabilidade, aliás, o próximo fim de semana é um autêntica jornada que nos faz recordar tempos idos de Sportinguismo e amor ao clube. 

No sábado começa com um derby em casa em futsal, vital para a conquista da liderança na fase regular e que tão importante é o primeiro lugar para os playoff que se seguirão. No domingo uma jornada dupla. Durante a tarde recebemos o Porto em andebol, e depois da vitória fora em casa do ABC na primeira jornada da fase final do nacional, e mesmo sabendo da nossa irregularidade exibicional este ano, quem sabe o que nos reservará o futuro se vencemos o líder do campeonato? E termina o dia com o jogo em Alvalade diante da Académica, na véspera do derby minhoto e que tanto poderá influenciar a nossa classificação. Agora imaginem se tivéssemos um pavilhão perto de Alvalade!!!

Verdade. Sem dúvida que qualquer Sportinguista pugna por querer saber a verdade. Uns assumem-na desde o dia 27, outros procuram-na nem que para isso tenham de recorrer à justiça. Nesse particular, deixem-me realçar que sou a favor que as situações sejam resolvidas pela via que os interessados (e não interesseiros) assim entendam, desde que legais. E não considero que um Sportinguista que recorre ao tribunal porque acredita que o acto eleitoral do passado dia 26 teve irregularidades, seja um mau Sportinguista. E só quem nunca recorreu a uma tribunal na procura da justiça é que não percebe isso.

Agora ao contrário do Inácio, o assunto só deverá ser novamente discutido quando houver um decisão de alguma espécie relacionada com a providência (ou impugnação). É nessa altura que devemos voltar a tocar no assunto e dar razão a quem a tiver. É que Presidente, para já, e não gostando mesmo nada da sua figura pois já o assumi, é o Godinho Lopes. Eu compreendo a lealdade de Inácio com o Bruno de Carvalho, mas não se pode querer ser, o que não se é. Enquanto nada tiver sido provado, há um Presidente eleito pelos Sportinguistas num acto democrático que seguiu os estatutos do clube. Pela verdade, sim, mas a tal estabilidade que Inácio refere na sua frase também passa pelos actos que vamos tendo nos dias seguintes!

No pouco que ainda há para "ganhar", há muito trabalho a fazer. Contribuamos todos para isso!

3 comentários:

Anónimo disse...

O Inácio quer é o tacho de administrador da SAD.

Luís de Aguiar Fernandes disse...

Bravo. É isto mesmo.

Manaca disse...

100% de Acordo...

Quanto ao anónimo: os que querem tachos já lá estão...