quarta-feira, 3 de Abril de 2013

Sobre Bruno de Carvalho no banco


Confiança
Sentar-se no banco dos suplentes, pelo menos neste primeiro jogo, foi um sinal de claro de confiança nos jogadores, proximidade e aceitar com clarividência que é com estes que entram em campo que teremos de conquistar o único objectivo da época.

Motivação
Não substituiu o treinador, não abafou a imagem de Jesualdo, apenas e só esteve presente no banco como sinal claro e motivador para os jogadores. No meu entender, em determinadas alturas esta proximidade, estar no banco dos jogadores é um sinal de quem acredita que eles conseguem ou pelo menos vão deixar tudo em campo para conseguirem atingir o objectivo.

Presença
Durante a campanha prometeu que iria estar 24 horas com a equipa. Até ao momento tem cumprido esse desígnio. Em Braga foi num bom momento, quem sabe noutra altura poderá ser num mau momento.

Bruno de Carvalho festejou como se fosse eu ou outro adepto do Sporting. Desrespeitou alguém? Só mesmo no Sporting é que ainda se discute isso. Quase que a vitória passa ao lado como acontecimento principal do encontro. Já agora um dado interesse, ele é o Presidente mais novo em actividade na primeira liga. Fica a nota!

3 comentários:

O ascensorista indiscreto disse...

Sobre Bruno de Carvalho no banco, no balneário, no autocarro >>> http://3levador.blogspot.pt/2013/04/o-presidente-carica.html

Sérgio disse...

Segundo soube por amigos BdC também esteve junto dos adeptos na bancada (durante os +/- 30 minutos de espera até poderem abandonar o estádio)após o final do jogo, antes já tinha estado junto dos mesmos no núcleo do SCP de Braga.

Finalmente temos alguém que vive e respira SCP como julgo eu que todos nós adeptos o fazemos.

SL,

Leo Filo disse...

Não vejo nenhum problema no facto do Presidente ir para o banco. Há vários presidentes que o fazem no nosso campeonato e um deles durante muitos anos fez sempre isso e nunca vi nenhuma crítica a tal facto, antes pelo contrário, pois tal conduta era sempre elogiada pela CS.
Não vejo também, de forma tão clara, embora aceite que possa ter essas vantagens, os aspectos positivos realçados no post.
Vejo, no entanto outros aspectos positivos mais latentes, tal como realçou bem o JF.
Concordo inteiramente com essa atituade de BC e não fico minimamente melindrado com os seus festejos, antes pelo contrário, nem percebo quem possa ficar, muito menos adeptos do sporting, mas respeito que tal possa suceder.
Acho adequado que BC o continue a fazer, pelo menos enquanto nao chega o Inácio (continuo a pensar que é uma má escolha o Inácio, tal como sempre achei isso relativamente a Luís Duque, mas, quer um, quer outro, foram escolhas aprovadas pelos sócios, pelo que só me resta desejar-lhe o maior sucesso e esperar que eu esteja enganado quanto às suas qualidades para tal cargo).