segunda-feira, 11 de novembro de 2013

O problema não foi, nem será Patrício!


A bipolaridade Leonina atinge o cúmulo quando vejo adeptos a falar sobre a transferência de Patrício ou a colocar em causa o seu valor. É estúpido! 

Quando o jovem guarda redes estava a dar os primeiro passos da titularidade no Sporting, cometi o erro, e já o assumi, de criticar e não perceber o seu valor. Não voltou a acontecer. 

Patrício podia ter feito melhor no lance que originou o golo do Benfica? Podia. Tanto podia que o fez. Durante os restantes 119 minutos onde evitou por diversas vezes que o Cardozo, por exemplo, não marcasse em todos os remates que fez à nossa baliza.

Aliás, chegou a ser desesperante, principalmente na primeira parte, a facilidade com que os jogadores do Benfica apareciam diante do guardião Leonino. Há até um imagem televisiva que mostra o Patrício sem qualquer defesa do Sporting a auxiliá-lo e pela frente a armada atacante do Benfica. Uma grande defesa, e depois a cara de desespero.

Tal como na pré-época foi o meu desejo que o Presidente do Sporting não vendesse o Patrício e resistisse à tentação das melhores propostas financeiras, espero que ele continue a merecer todo o nosso apoio. O problema desta equipa não é o guarda redes.

Contudo, não deixo de reafirmar o que já tinha dito na semana passada quando falei sobre esta posição para o derby da Taça de Portugal. Gostava de ter visto o Boeck a titular, tinha merecido a oportunidade pelo que tem feito pelo clube. Mas Leonardo Jardim não entendeu que essa fosse a melhor solução, e eu aceito-a. 

Aceito isso como continuarei a apoiar Rui Patrício e não tenho dúvidas que na baliza do Sporting está um dos melhores guarda redes da Europa!

1 comentário:

Mike Portugal disse...

Apoiadíssimo este post.