quarta-feira, 2 de julho de 2014

A Gala, os equipamentos e o Sportinguismo!



Ontem assistimos a um grande dia de Sportinguismo. Este assistimos, desta vez, chegou a todos os Sportinguistas, que estiveram na gala, que viram a transmissão da Sporting TV pela internet ou que foi "ouvindo" o que por lá se ia passando com acesso a fotos e textos que foram publicados em diferentes meios.

Foi uma festa de aniversário que há muito o nosso clube merecia. Vamos por partes.

A Gala foi transmitida pela Sporting TV. Não passou na televisão, o assunto da licença fica para outras núpcias, mas foi a primeira vez que atestamos a qualidade de alguns dos elementos que compõe o nosso novo canal. Caras bonitas, nervosas em alguns momentos, mas que cumpriram o seu papel principal: informar o que estava a passar!

Uma promessa eleitoral cumprida, é provavelmente o ponto mais importante no que refere ao canal.

Foram várias intervenções ao longo da noite, gostei especialmente de ouvir falar o Miguel Paím e o André Patrão, Inácio e Maurício. Claro que foram muitos mais a falar, e é isto que a transmissão do Sporting nos trouxe ontem, informação para nós, Leões. Os decotes, os tão falados decotes são apenas peças decorativas. Apreciam-se e chega!

Depois cantaram-se os parabéns e ao longo da noite era esperadas inúmeras novidades, algumas já quase conhecidas, outras, completamente surpresas.



Os equipamentos tiveram a sua primeira aparição pública. Novo patrocinador, novo design e claro, novas críticas. Nunca haverá na história de um clube um equipamento que sejam do agrado de todos. Bem...o Stromp acho que todos adoramos. Aliás, há muito que peço uma época com o Stromp como equipamento principal.

O Sporting apresentou o tradicional equipamento principal e o alternativo. Do amarelo do alternativo houve uma justificação clara, goste-se ou não, celebrar os 30 anos da conquista do primeiro ouro olímpico para Portugal, ganho por Carlos Lopes. Há quanto tempo não havia uma explicação para a escolha de um equipamento? E a questão do lettering escolhido e explicado? Pode-se gostar ou não e aceita-se e ainda bem. Não desgostei mas prefiro esperar quando o vir ao vivo.

E receber um e-mail, como sócio, ao mesmo tempo que o equipamento era apresentado na gala, numa sintonia simples mas que mostra uma clara preocupação para chegar a todos? Montero equipado com o principal equipamento com os calções verdes.

Eu preferia com pretos. Gosto, hábito de ver o Sporting tradicionalmente a jogar de calções pretos. Mas, antes de se criticar por tudo e por nada, convém não esquecer que as cores do Sporting, nos estatutos, são o verde e o branco.

O preço da camisola como seria esperado é elevado. São 75 euros que custam dar, principalmente quando os Sportinguistas estão perante a missão pavilhão, a renovação da gamebox e agora o equipamento. É pesado para os bolsos!



Tivemos um novo autocarro apresentado na Gala. Uma surpresa muito interessante, não pelo conforto da nova viatura e da necessidade que certamente foi estudada, mas pela forma como "pintaram" o novo autocarro do Sporting. Os adeptos sempre com a equipa!



Mas a maior surpresa, que a certa altura já não era, é que ficamos a saber que o Sporting adquiriu Ryan Gauld, o menino prodígio do Dundee United. Uma verba assinalável para comprar um rapaz de 18 anos. Não o conheço. Pelo que se ouve dele de quem já o viu jogar, cá e lá fora, podemos ter uma agradável surpresa.

A noite teve ainda homenagem aos sócios com 50 anos de filiação, aos prémios para diferentes categorias, mas o que mais impressionou ao longo das várias horas da Gala foi o Sportinguismo evidenciado por todos os que estiveram presentes, e como disse um amigo meu já a altas horas da noite,
É um orgulho do caralho ser deste clube! Viva o Sporting!

2 comentários:

Leo Filo disse...

Sim correu tudo muito bem e não merece qualquer critica... até os equipamentos agora são lindos!!!! e justificados!! Até os calçoões verdes com os estautos!
Sporting TV?? Onde?? É porque se é para ver na internet já houve, mas não no último ano.
O amadorismo desta vez não foi só da "equipa de sportinguistas" escolhida para a comunicação, mas também da direção que anunciou o início das emissões do canal de televisão sem ter o licenciamento necessário.
Autocarro novo quando se anda a pedir aos sócios para contribuir para a construção do pavilhão?!
Quanto às contrações, com valores muito transparentes (tanta transparência), veremos se correspondem às verdadeiras necesssidades da equipa.
Mas agora sim, está tudo bem!

Sérgio disse...

LOL já cá faltava o emplastro ... oh Varela tens de pedir a intervenção de uma empresa de desratização!