quarta-feira, 10 de setembro de 2014

É preciso pagar o Sporting SAD 2014!


O Sporting vai propor em AG a aprovação de um novo empréstimo obrigacionista de 30 milhões de euros.

Vamos lá por partes porque tenho lido que os processos que ontem foram falados relativamente à anterior direcção seriam para esconder esta emissão de novo empréstimo. Dá-me uma certa piada até porque o assunto vai à AG da SAD e lá podem ser questionadas as razões de se avançar por este mecanismo.

De qualquer forma, não gosto de fugir aos temas e tentar, dentro do possível, manter alguma coerência.

Recuemos.

Em maio de 2011 Godinho Lopes apresentou o "Sporting SAD 2014" um empréstimo obrigacionista de 20 milhões de euros. Num e-mail enviado aos sócios nessa altura referia que "Este recurso ao mercado de capitais serve para financiar a actividade desportiva, sendo a terceira do género da SAD".

Este empréstimo deu muito que falar, primeiro devido à taxa de juro de 9,25% que era elevadíssima, completamente acima do que seria normal, e em segundo, porque a DECO escreveu no seu site/revista a recomendação de: não subscrever este empréstimo pelo risco elevadíssimo associado. Falava-se muito da falência do Sporting.

Já agora, em Julho de 2011 e "terminado o período de subscrição ficamos a saber que a procura foi de 158% com perto de 2.700 subscritores."


Voltando agora ao presente. Este empréstimo obrigacionista "Sporting SAD 2014" tem a sua maturidade agora em Novembro de 2014. Era conhecida a data e está no R&C que ainda ontem conhecemos. (imagem em cima).


É preciso pagar e o mecanismo mais prático, apesar de oneroso, passa por emitir um novo para pagar este.

Ficará para já a questão da necessidade dos 30 milhões. Fala-se que o dinheiro que não for utilizado para renovar o empréstimo obrigacionista será usado para comprar % de passes de jogadores cruciais do plantel, embora nada disto seja oficial.

Esta direcção merece benefício da dúvida pelo trabalho que tem efectuado, nada como esperar pela AG, ou marcar presença quem for accionista, para obter mais informação. Não se façam filmes com antecedência!