terça-feira, 11 de novembro de 2014

A Hora do Presidente!

No tempo da anterior Direcção, uma das suas prioridades era a comunicação com os sócios. Godinho Lopes sabia que era importante passar uma mensagem clara, falar com os sócios/adeptos, para não ser tratado como os anteriores Presidente que só falavam para alguns Sportinguistas.

A ideia inicial, a alteração da política de comunicação era sensata. Começou mal, porém. Godinho começou com uns vídeo no site oficial do Sporting, atabalhoados, mas rapidamente e depois de algumas críticas lançou as sessões de esclarecimento no Auditório. Fui a duas e sempre disse que das poucas coisas que teve como positivas no seu mandato, foram essas sessões. Expôs-se muita coisa a nu!

Os sócios, era obrigatório apresentação do cartão para entrar no Auditório, eram convidados a questionar sobre o actual momento do clube, outros podia fazê-lo por e-mail e a sessão até chegou a ser transmitida em directo no site.

Com Bruno de Carvalho a comunicação do Sporting passou para outro nível. Felizmente já temos o nosso canal desportivo, o presidente adoptou uma postura de proximidade com os sócios, por vezes criticada porque dá a sensação de estar mais na pele de adepto que presidente. Mas, o que ele faz actualmente já o fazia durante a campanha eleitoral, as eleições e até depois de ser eleito presidente. Falar com os sócios sobre todos os assuntos. Comunicar para que não ficassem dúvidas sobre o que se estava a passar no Sporting. Uma crítica muito ouvida durante anos sobre as anteriores direcções.

Com o novo canal de televisão surgiu um programa chamado a Hora do Presidente. Rapidamente passou a ser tratado como um programa “cubano”. Toda as perguntas, diziam, era previamente pensadas e executadas, tudo estava feito para que o presidente pudesse “atirar areia para os olhos dos sócios/adeptos”.

Aquilo que era um boa ideia no tempo do Godinho não deixou de ser porque agora é com Bruno de Carvalho. Há muito gente no Sporting que ainda não consegue separar os egos e pensar verdadeiramente no clube como o mais importante!

Aceito que o programa tenha de ser reformulado e que não era necessário o protagonismo da televisão, por tudo aquilo que de suspeito levanta.

Mas se fosse num Auditório parecia que o clube era só de Lisboa e para os de Lisboa, se é feito na televisão é “cubano”, “querido líder” e egos alimentados, mas pelo menos chegava a todo o mundo.

Na próxima quarta feira o modelo do programa é diferente. Além das tradicionais perguntas pelos sócios/adeptos vindas das redes sociais, e-mail e por aí fora, os 3 Directores dos jornais O Jogo, A Bola e Record vão estar em estúdio a questionar o Presidente.

O momento é único, os níveis de popularidade de Bruno de Carvalho devem estar no mais baixo desde que é presidente, o Sporting ocupa um miserável oitavo lugar, a formação e o Sporting B estão debaixo de fogo, a atletismo sofre mudanças radicais e há muito para falar ao Sportinguistas sobre estes assuntos, Virgílio, Inácio, finanças e por aí fora.

Não me espanta que este formato de programa se esgote com o que vai ser exibido na quarta feira, mas gostava e teria a certeza que alterar e voltar ao método de sessão de esclarecimento com stream no site para os sócios, fosse novamente uma boa solução. Melhor que andar a ler especulações diárias nos jornais, sobre processos a jogadores, ou dúvidas existenciais sobre quem sai e entra na formação, era importante que a comunicação entre a direcção e os adeptos se mantivesse. E nesse particular, preferia que isso acontecesse fora dos holofotes televisivos e num lugar mais recatado onde a família Sportinguista discutisse sem tabus todos os assuntos que esperamos urgentemente por respostas!

E agora mais do que nunca esperamos por respostas urgentes do presidente.

Já agora, não se esqueçam de enviar as vossas perguntas!

2 comentários:

Nuno disse...

Boa tarde, como e onde se pode fazer as perguntas ao Presidente?

Bancada de Leão disse...

Envia um email para ahoradopresidente@sporting.pt

SL