quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Sporting 3-1 Maribor :: a um pequeno passo da qualificação!

Uma vitória clara e que nos coloca no lugar que há muito já merecíamos pelo que estamos a fazer na Liga dos Campeões deste ano. Os jogadores estão de parabéns, ainda que nada esteja conquistado mesmo que já tenhamos garantido a continuidade nas competições europeias.

Foram 32 mil adeptos a deslocarem-se a Alvalade. Bem sei que a hora do jogo, a situação financeira do país é complicada, mas somos capazes de estar a falar das competições europeias durante meses, da Liga dos Campeões e da sua importância, e depois não conseguimos encher o estádio naquela que é a competição mais apetecida de futebol (clubes). Ainda assim, os que foram, deram um belo espectáculo!

Marco Silva tem toda a razão ao referir-se ao 2-1 num momento crucial e que poderia ter sido fatal para o jogo. O Sporting tinha controlado a partida e conquistado uma vantagem de dois golos que nos permitiria fazer um jogo sem sobressaltos. Sofrer o golo quase no intervalo e depois entrar daquela forma na segunda parte, mesmo com um intervalo anormal, ficou a sensação que se o Maribor tem marcado, por sorte, o empate, voltar à vantagem não teria sido fácil!

Nesse capítulo o Sporting tem de melhorar, há certas desatenções no jogo que não são derivadas do valor do adversário, e que dependem apenas de nós e de um certo adormecimento durante uns, por vezes largos, minutos.

O destaque da partida claro que está a ser todo levado para o lado do Nani. Claro que é um jogador de elevada qualidade e que está num patamar acima de (quase) todos. Joga, faz jogar e marca. Festeja com os adeptos os seus golos, festeja com o Presidente (espero que alguns tenham visto isso no final do jogo) e está feliz.

Mas, ontem, para mim o destaque vai inteirinho para João Mário. Que qualidade de jogador. Se há uns meses atrás disse que a partir do momento que João Mário entrar na equipa do Sporting a titular jamais sairia, em breve, na Selecção Nacional deverá acontecer o mesmo.

Depois há um pormenor muito interessante, é que Nani joga muito com João Mário e há uma ligação muito forte no estilo de jogo que é executado dentro de campo entre os dois. Uma simbiose que permitirá ao mais novo evoluir e calmamente conquistar o seu espaço numa equipa do Sporting que vai ganhando qualidade.


Uma pausa para falar do intervalo e falha de Luz. Os Sportinguistas são únicos, de uma adversidade fizemos um belo espectáculo e o vídeo mostra-o na perfeição!

Agora compare-se com a época anterior onde não havia grandes soluções. Sim, já sabemos que nem todas as contratações funcionaram. Por exemplo, contava que Slavchev fosse o jogador que iria dar ao meio campo do Sporting outro tipo de consistência. Não aconteceu, não parece que vá acontecer, e provavelmente vamos ter de ir ao mercado.

Mas por outro lado, as soluções que vão sendo usadas, permitem a quem já lá estava melhorar. Jonathan Silva levou a que Jefferson melhorasse e não ficasse acomodado ao lugar. Ontem o brasileiro esteve fantástico, mesmo tendo marcado um auto golo.

O Sporting agora depende de si para qualificar-se para a fase seguinte da Liga dos Campeões e que, a conseguir, poderíamos dizer que cumprimos o objectivo traçado para a edição 14/15. Tudo que viesse depois era ganho. Mas para isso é necessário manter a cabeça bem assente e não acreditar que Mourinho vai facilitar. Isso não vai acontecer e é bom que os jogadores percebam isso!

Sem comentários: