quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Chelsea 3-1 Sporting :: o adeus à Liga milionária!

foto: João Matos

Não há vitórias morais no futebol. A nossa eliminação da Liga dos Campeões deste ano, onde qualquer um de nós sentiu que podíamos seguir em frente, aconteceu no momento em que duplamente errámos na Eslovénia. Dos 3 pontos que trazíamos na bagagem, 2 ficaram retidos na hora da partida. Foram fundamentais para a nossa eliminação.

Não serve de consolo avançar para a Liga Europa, mas sempre é melhor poder fazer mais alguns jogos e encaixar algum dinheiro, do que fazer as malas e esperar pela próxima época.

Começar por falar dos nossos adeptos que estiveram muito bem na hora de apoiar o Sporting. Foi bem audível na transmissão televisiva o entusiasmo durante os 90 minutos. Aliás, durante o dia foi uma autêntica Onda Verde que inundou Londres e mostrou a todos que o Sporting é de Portugal e do Mundo!

No início da época o Sarr entrou para um jogo complicado, o derby. A coisa não correu bem e logo ficou marcado perante os adeptos. O dinheiro que se gastou, a forma como vinha tapar o lugar de outros e por aí fora. Tudo serviu para descredibilizar o jogador que ainda mal tinha entrado no Sporting. Mas que raio tem isto a ver com o jogo de ontem?

Pois, é que ontem jogou Esgaio. O jovem jogador do Sporting que luta por conseguir uma posição no clube. Entrou, talvez não tenha aguentado a pressão e fez um mau jogo. Vale a pena entrar no mesmo tipo de insultos que aconteceu com Sarr? Não. Marco Silva certamente fará um trabalho pedagógico e os adeptos, alguns, os do costume, serão hoje mais brandos nas críticas e se calhar até quem sabe o Geraldes faria melhor!

Mas Esgaio ainda tem uma desculpa, não sendo titular, até é uma terceira escolha, pode ter acusado a pressão, mas já William Carvalho não pode continuar a oscilar desta forma. Ninguém tem dúvida do valor do jovem médio do Sporting, mas, se não está na sua melhor forma e se há opções no banco, não se tenha medo de o sentar. Oriol Rosell ontem teria feito melhor jogo que o médio da selecção, não tenho dúvidas!

E Capel? Bom rapaz, lutador, mas já não dá mais que aquilo. Sem motivação na hora do remate, continua a não levantar a cabeça, é uma pena. Senti que entramos em campo com menos um e perdemos a oportunidade de o vender em Agosto, diria. 

Tudo isto junto não ajudou a que pudéssemos ter feito um melhor resultado. E nem um Carrillo na sua melhor época de sempre e com um Jonathan batalhador ou um Paulo Oliveira trabalhador e claramente a mostrar que é titular indiscutível, chegaria para fazer muito mais. Quando pensamos que Loftus Cheek, miúdo de 18 anos que Mourinho ontem lançou, já ganha 150 mil euros por mês...as diferenças são visíveis. Já deu para contrariar isso, como aconteceu com o City, mas ontem a racionalidade das coisas funcionou, para nosso azar!

Sem comentários: