terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Octávio, por favor dá-nos descanso!


Eu tenho algum apreço pelo Octávio Machado. Sabe, certamente, de muita coisa que se passou a norte e que nunca irá contar. Talvez ajudasse a que futebol português fosse outro se não pactuasse com determinadas palhaçadas que por lá se passaram.

Chegou inclusive a trabalhar no Sporting e era por "sinais de fumo" que comunicava com Roquette. Não durou muito. Mas, tenho de admitir tinha alguma conhecimento "sujo" necessário ao futebol português.

Ingressou na SIC e a partir daí foram histórias intermináveis nas TVs. Nunca as finalizou!

"Desconhecimento total do futebol português, das condições da sua equipa e das aquisições que fez e cuja responsabilidade assumiu".

Esta frase proferida hoje, após um desarmante empate em casa, quando as hipóteses de conquistar o título nacional são mínimas, é de uma facilidade que só encontra paralelo em quem apenas quer falar por falar e nada mais dizer.

"Octávio tirou esta conclusão pela forma clara como Bruno de Carvalho assumiu a candidatura ao título."

O remate das pequenas declarações que fez hoje terminam com a tirada que a forma clara que Bruno de Carvalho assumiu a candidatura ao título é errada. Só demonstra, digo eu agora que Octávio não percebe a realidade do Sporting nem tão pouco a grandeza do clube.

Tradicionalmente o Sporting será sempre candidato ao título. No primeiro ano, Bruno de Carvalho assumiu que seria uma espécie de ano zero. Este ano, mesmo tendo um orçamento desigual para com os outros 2 tradicionais candidatos ao título, assumiu o que deveria assumir, o Sporting lutava para o título. Mesmo sabendo das dificuldades que iria ter pela frente.

Essa candidatura ao título teria sempre de existir. No final da época, no balanço de 2014/15 cá estaremos para fazer a avaliação e criticaremos o que houver para criticar. 

O que eu não quero é que se volte a ter época absolutamente deprimentes onde chegamos a andar em 12º, com 200 pessoas num qualquer estádio como a Mata Real a ser chacota de tudo e todos.

O que eu quero é que o Octávio continue nas suas plantações em Palmela. É um descanso para os nossos ouvidos!

1 comentário:

Leo Filo disse...

Até parece que Otávio disse alguma mentira!
Claro, as contratações foram todas acertadas e foram as necessárias!
Claro, no último jogo estiveram em campo jogadores "adquiridos" este ano que correspondiam 36% como referiu o autor do blog (curioso que agora o autor do blog até considere Miguel Lopes um "reforço" desta direção para a presente época).
Sim porque as aquisições vieram todas acrescentar qualidade!
Até porque as três contratações para o centro da defesa foram todas excelentes e ficamos com um central muito querido pelo autor do blog que é muito, muito bom.
Nem sei porque se fala do reforço do plantel nessa posição já em Janeiro (vamos ver com quem, mas isso será outra questão).
Sim, porque as aquisições permitiram um claro acréscimo de qualidade no banco (provavelmente no banco da equipa B, onde alguns agora nem se sentam).
Sim, e o SCP gastou pouquíssimo dinheiro nas aquisições!
Até reforçamos a equipa B em posições que a formação não conseguia produzir, disse o presidente!? Quais? Por quem?
A culpa agora é do WC que "não está a jogar bem" e já começou a surgir a campanha, difundida pelos canais habituais da direção, dizendo que é porque está descontente por não ser aumentado!
Sobre WC já houve quem escrevesse, explicando de forma clara, qual é o problema do seu posicionamento e de quem o rodeia no meio campo.
Mas mesmo que WC não se sentisse tão motivado, coisa que não acredito, só pergunto o seguinte: Quanto ganha WC? Dizem que é 5 mil euros mês.
Quanto ganha esse excelente jogador que anda pela equipa B e que custou 750 mil euros, Cissé? Dizem que é 15 mil euros por mês!
É justo, sim senhor.
Mas claro, com os brilhantes reforços, o SCP era candidato ao título, Inácio até disse que o SCP estava na "pole position"...