quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Sporting 1-0 Boavista :: sem espinhas!


O bom da tecnologia hoje em dia é que, mesmo que a Liga não pense em melhores horários para os jogos, se consiga acompanhar em directo numa viagem de comboio. Claro que a oferta em Portugal, Sport Tv principalmente, não dispõe das melhores opções para visualizar um jogo em stream. E quando digo melhor opção, refiro-me a preço/qualidade. Não qualidade de imagem, mas o atraso na transmissão é demasiado, tipo "café a ver na televisão e alguém a escutar no rádio".

Felizmente para uns, e azar para outros, ou falta de visão do modelo de negócio, há outras formas de visualizar os jogos. Com qualidade de: imagem, timing e comentários. Foi assim que vi mais uma vitória do Sporting, em inglês, e que para já esta crise dá: VVVVVVV!

O Sporting apresentou uma equipa, diria, já tipo para esta competição. Confirmaram-se algumas coisas importantes:

- Gauld, melhor em campo, tem qualidade e está ali um excelente jogador para ser trabalhado. Como dizia o comentador inglês, "é mesmo um jogador para acompanhar depois de um grande jogo".

- Tanaka está de pé quente para os lances de bola parada. Confiança!

- Tobias, que hoje disputava com Sarr a vaga para o jogo do campeonato com o Rio Ave, leva vantagem;

- Geraldes e Podence a evoluir muito positivamente.

- Slavchev continua a falhar as oportunidades, e eu, que acredito nele (não sei bem porquê), espero que seja um problema de confiança.

- Rosell se quer ser opção a William Carvalho não pode cometer a estupidez de ser expulso em 5 minutos.

Com dois jogos na Taça da Liga e outras tantas vitórias, o caminho para as meias finais está, para já, desobstruído!

1 comentário:

Adriano Cerqueira disse...

Por acaso achei que o Slavchev jogou bem. Pecou na decisão do último passe, mais porque, tal como o Capel teima em olhar para a bola e em não levantar a cabeça. Mas desiquilibrou no meio campo e desmarcou-se bem. O Wallyson é melhor e já merece a titularidade sim, mas o Slavchev está a evoluir a bom ritmo, podemos vir a ter um caso sério nas próximas épocas.