domingo, 18 de janeiro de 2015

Sporting 4-2 Rio Ave :: a oitava seguida!

Fotografia © Filipe Amorim / Global Imagens

Que grande jogo em Alvalade. É por aqui que devemos começar a falar da partida desta noite em que vencemos por 4-2 sem margem para dúvidas.

O Rio Ave veio a Alvalade sem autocarros, como é natural na equipa de Pedro Martins, lutou sempre para conseguir algo mais, mas pela frente encontrou um Sporting que na segunda parte, principalmente, não deu hipóteses. Entre o minuto 45 e 60 foi, provavelmente, do melhor que o Sporting jogou esta época.

Mas começámos ansiosos. Tobias Figueiredo no flash-interview confirmou alguma intranquilidade. Foram alterações necessárias no meio campo (Adrien de fora, Rosell castigado) e a dupla de centrais, enquanto dupla, teve a sua primeira aparição.

Claro que tivemos mais ataques na primeira parte, mais remates e mais posse de bola, mas que não chegou para conseguir melhor que um empate a um golo. O Sporting abriu o activo por Nani, que converteu uma grande penalidade cometida sobre Montero. O Rio Ave num contra ataque perfeito, com muitos erros à mistura do Sporting, marcou por Del Valle.

A segunda parte, como já referi em cima, começou muito forte. Apesar da saída de Carrillo, e tudo indicar que por lesão, Mané esteve melhor que nos últimos jogos. Mas eram Montero, João Mário e Jefferson que estavam mais inconformados.

Montero marcou o 2-1. O colombiano é um jogador com enorme qualidade. Para mim foi o melhor em campo. Não demorou até conseguirmos ampliar para três. Primeiro entrou Ryan Gauld, muito saudado em Alvalade, esteve mesmo na origem do terceiro golo com um túnel a Diego Costa, golo que foi finalizado por João Mário numa fantástica jogada.

Podíamos fazer uns últimos 20 minutos descansados? Podíamos, mas não era a mesma coisa. Hassan após oferta leonina reduziu novamente e colocou o jogo na diferença mínima.

Fotografia © Filipe Amorim / Global Imagens

O Sporting abanou, muito espaço concedido à entrada da área e quando as bola rodavam a baliza de Patrício parecia que estava tudo a dormir. 

Até que entrou Tsubasa. Realmente, Tanaka está de pé quente. Há 8 dias, precisamente a este hora estava a dar-nos os 3 pontos em Braga, hoje foi um Xanax para relaxarmos. Jogo fechado com o 4-2 e a oitava vitória na crise do Sporting!

Sem comentários: