domingo, 10 de maio de 2015

Estoril 1-1 Sporting :: o melhor no jogo? As claques!


O Sporting vai ficar em 3º lugar no campeonato nacional de 2014/2015. Está fechada a classificação em relação a nós e matematicamente já não saímos dessa posição. Mas essas contas serão para a avaliação no final da época, certamente que uma equipa com 10 empates não pode ser campeã.

Ontem estive no Dragão Caixa a ver o primeiro jogo da final do campeonato nacional de andebol entre Porto e Sporting. O jogo foi a prolongamento e perdemos. Os jogadores deixaram tudo em campo e no final os adeptos reconheceram-no. Se o futebol do Sporting fosse metade do que é o Sporting nas modalidades, não estaríamos certamente hoje a fazer um texto sobre a miserável prestação este final de tarde no empate diante do Estoril.

O futebol, no que concerne em questões como identidade, esforço, dedicação, ambição, terá muito a aprender com o hóquei, andebol, futsal e algumas mais.

Jogámos mal, a primeira parte é fraca e chegar ao intervalo a perder até acaba por ser injusto. Isto porque o Estoril fez pouco para merecer marcar algum golo, foi mais o que o Sporting não fez que nos levou a este resultado.

A segunda parte manteve a direcção da baliza de Kieszek que não evitou o golo de Ewerton, mas segurou o ponto para os da casa quando Tanaka cabeceou para o que seria o justo 1-2. Sim, apesar de um fraco jogo, o Sporting fez mais por vencer que o seu adversário.

O que me leva a outro ponto. Não tendo aqui nenhuma estatística que suporte o que vou dizer, parece-me que fizemos melhores jogos, logo melhores prestações futebolísticas, em quantidade pelo menos, no tempo de Leonardo Jardim que agora com Marco Silva. O Sporting de Marco é muito perdulário. Nós até temos menos derrotas que o futuro campeão nacional, mas temos tantos empates ao nível de uma equipa do meio da tabela ou de um Gil Vicente que está para descer.

Uma coisa é certa, o melhor do jogo no António Coimbra da Mota foram as claques do Sporting, ninguém as calou e isso tem sido uma constante esta época. Desde o primeiro minuto a apoiar. A equipa é que raramente correspondeu!

Sem comentários: