terça-feira, 14 de julho de 2015

As difíceis negociações do Sporting!


Acho curioso e por vezes até fico espantado ler tantos comentários de Sportinguistas que não deixam de lamentar por ainda não terem sido contratados mais jogadores para o clube.

Curioso, porque por vezes dá a sensação que não andam neste mundo. As finanças do Sporting, embora ligeiramente melhor que nos últimos anos, não podem nunca sair de um controlo que permita ao clube manter-se no positivo quando se fecharem as contas anuais.

Espantado...bem, espantando porque normalmente o que se sabe, é pelos jornais. Os comentários são efectuados com base no que sai cá para fora ou da comunicação social portuguesa ou internacional. Ninguém sabe o que realmente se passa nas negociações, mas é fácil mandar "bitaites" sobre o tempo que demora a contratar um determinado jogador.

Mas façamos um exercício a partir de notícias que vieram a público, e que possam até ter um fundo de verdade.

"Mitroglou mais perto"
Vamos lá analisar o que saiu sobre este jogador que foi comprado pelo Fulham ao Olympiakos, há ano e meio, por 16 milhões de euros. Pelos vistos, o Fulham quer que o Sporting pague 1 milhão de euros até ao final da época pelo seu empréstimo e com o jogador poderá haver um acordo para ele receber menos 30% no seu vencimento. Depois, o Fulham quererá colocar um clausula para vender em definitivo ao Sporting, no final do empréstimo, por 7,5 milhões de euros.

SAD tenta "fechar" Douglas
Torna-se evidente que com a lesão de Ewerton o Sporting vá procurar um central. Ora, Douglas tem sido muito falado na comunicação social como potencial reforço. Este jogador ganha por temporada 1,7 milhões de euros no Dínamo e para ingressar no Sporting teria de aceitar uma redução para perto de 1 milhão/ano. Também se fala que quererá um prémio de assinatura de 1 milhão de euros no caso de baixar o vencimento.

"Negociações por Teo Guitiérrez madrugada dentro"
O Sporting até parece já ter acordo com o River e com o grupo de investidores que detêm 50% do passe do jogador. A questão é que o jogador quer muito vir para a Europa mas quererá com isso um contrato altamente vantajoso e por isso se tem vindo a falar de um valor total de vencimentos nos quase 5 milhões de euros pelos 3 anos de contrato. Também há quem garanta que o jogador poderá agora aumentar para 4 anos a exigência contratual e com isso, o valor mensal do seu vencimento..

Reforço, tal como disse em cima, que o mais espantoso é que alguns dos Sportinguistas ou não têm ido às AGs, ou não ouvem as intervenções de Carlos Vieira ou então estão a leste da realidade financeira do clube.

É óbvio que o Sporting, depois de duas épocas onde provavelmente foi mais quantidade que a qualidade desejada, uma crítica por todos reconhecida, está agora a tentar efectuar contratações cirúrgicas, mas mesmo essas, apesar de identificadas, financeiramente são autênticos quebra cabeças. Jorge Jesus terá sido a primeira. Quem negoceia os jogadores para envergarem a camisola verde e branca, não só tem de equacionar o impacto financeiro na folha salarial como na discrepância que isso pode trazer para quem cá está.

Deixemos trabalhar quem pode e sabe o que é possível fazer neste dossier tão importante e ainda faltam, pelo menos, 15 dias para que as campainhas toquem a avisar que o tempo está a esgotar.

2 comentários:

CARLOS GOMES disse...

Na verdade as próprias dificuldades que o Sporting atravessa aconselham a que os assuntos (transferências) sejam tratados com celeridade, se o jogador aceita, muito bem, se não aceita temos de nos virar para outro lado, caso contrário pomo-nos a jeito para que nos passem a perna.

Aboim Serodio disse...

Lamento afirmar (publicamente) que parto para uma nova época com menos esperanças que na época passada! Claro que espero enganar-me mas pelo que vou lendo o meu Sporting anda cada vez mais longe das contratações estratégicas que eu imaginava (e imagino) fundamentais! Sem William de Carvalho, sem Cédric, e, eventualmente outros, sera dificil ser tão fortes como dava a impressão que éramos ou poderiamos ser! Não deito a toalha ao chão mas cada dia mais forte sinto que temos que nos unir! So com união o Sporting sera grande!