quarta-feira, 29 de julho de 2015

Pedro Proença é o novo Presidente da Liga de Clubes!


Podia estar a escrever sobre o sorriso que a vitória de Pedro Proença poderia provocar, sabendo que do lado dos derrotados estão Braga, que nem comentário me apraz fazer, e Benfica que, tem atirado para longe as discussões sobre a arbitragem, um tópico importantíssimo quando falamos de eleições na Liga de clubes.

Não considero que haja, propriamente, vencedores e vencidos nesta eleição. O futebol Português precisa(va) de um consenso grande para serem levadas a cabo decisões importantes para a sua melhoria e consequente valorização.

Claro que no plano particular do Sporting, Bruno de Carvalho tem sido bastante pro-activo na procura de soluções e melhorias para o futebol nacional. Concorde-se ou não com o sorteio, desde que chegou ao Sporting foi apresentado uma série de propostas que visam um outro tipo de profissionalismo numa actividade que tem tanto para melhorar.

O candidato Pedro Proença não era dos mais consensuais. Se por uma lado há o reconhecimento na arbitragem, dizem ser um dos grandes árbitros portugueses, e não foi só cá, por outro, há uma ligação nos últimos anos ao Porto, por exemplo, célebres aquelas manifestações de contentamento com certos jogadores e treinadores. 

Certo é que era o candidato que o Sporting apoiava na renovação do futebol português e que terá sido o nosso clube o dinamizador da sua candidatura que depois outros se colaram.

Há muito para discutir, por exemplo, o sorteio não era opção para Proença, o Sporting apoiava e votou favoravelmente esta medida. É altura de baixar as espingardas e, da mesma forma que Duque teve um mandato (curto) mas sem tempestades, dar o benefício de dúvida a Pedro Proença na apresentação e validação de melhorias para o futebol nacional.

Será que os clubes que votaram em Duque percebem isso?

1 comentário:

Aboim Serodio disse...

Habituei-me a estar de acordo com as mensagens do nosso mentor mesmo se, de quando em vez, ter discordado pelo menos parcialmente! Tenho pena que o vencedor tenha sido apoiado pelo Sporting com a ajuda do FCP! Continuo a pensar que o FCP é uma dessas equipas (estou a falar de futebol mas tal não é limitativo) que, antes de tudo, so pensa em si mesma! Assim é Pinto da Costa que nunca se acostumou a usar outros meios! E sempre foram meios com os quais discordo pelo simples facto de amar a honestidade! Pedro Proença deve saber melhor que eu como é que as coisas se passam por dentro e, imagino, deve saber de gingeira como actua o Victor Pereira nas suas nomeações! Creio que seria por ai que um primeiro passo (fundamental) deveria passar! Destituir V.Perira seria o seu primeiro gesto de procura de honestidade no futebol nacional! Tera ele tomates que cheguem depois de ter contribuido de forma activa para o desprestigio da nossa arbitragem? Pequenas perguntas que, imagino, nunca verei ;respondidas!