segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Académica 1-3 Sporting :: superamos todos os obstáculos!


Uma vitória absolutamente essencial do Sporting depois de uma derrota europeia, com tudo aquilo que de prejuízo trouxe, e que serviu para perceber como a equipa reage às adversidades. Podia ter sido um passeio pela cidade de Coimbra, vestida de verde e branco, mas teimam em colocar obstáculos no nosso caminho que nada têm a ver com o jogo. Numa semana, particularmente interessante no que toca ao assunto da arbitragem.

Jorge Jesus foi forçado a efectuar alterações na equipa que habitualmente entra em campo. Primeiro, porque João Pereira estava castigado, segundo, porque se percebia que Ruiz e na minha opinião Teo, ainda não podem dar o seu contributo na plenitude das suas capacidades.

Vamos já ao assunto do lado direito. João Pereira foi contratado como um jogador da confiança de Jesus e claramente para ser titular naquela posição. Não começou bem a época, tem deixado sinais de preocupação e, apesar de Esgaio ter estado bem hoje em diante da Académica, é preocupante se o mercado fechar sem que nós resolvamos o que parece ser um problema. Aguardemos!


Não há dúvida que o Sporting entrou em campo com a consciência que era preciso resolver cedo o jogo. E assim foi. Carlos Mané e Slimani colocaram rapidamente o jogo em 2-0. A Académica que tem mostrado muito pouco futebol nesta início de campeonato, parecia uma presa fácil para um Sporting tão dominador. Mas, o jogo de hoje foi como uma prova de obstáculos, como no atletismo. Era preciso correr e saltar, não cair e esperar pela recta da meta para conquistar os 3 pontos.

O Sporting chegou ao intervalo a vencer por 2-1, a Académica não teve uma oportunidade de golo. Engraçado que ao fim de 3 jogos no campeonato, o nosso treinador, agora de verde e branco, já foi parar à bancada.

Com o início da segunda parte, rapidamente me veio à memória o jogo do ano passado onde sofremos o golo do empate mesmo ao cair do pano. Era urgente ampliar a vantagem. O Sporting fez e muito por isso. Dominou o jogo, com posse de bola e qualidade de passe, várias oportunidades para marcar, teve duas grandes penalidades, falhou uma por Adrien, caso raro, marcou outra por Aquilani.

Aquilo que produzimos ao longo dos 90 minutos foi mais que suficiente para sair de Coimbra com uma goleada, fosse este jogo uma prova sem os tais obstáculos. E nós, que somos um clube tão ecléctico, venceríamos com uma goleada de forma tão simples quanto natural!

Palavra final para os milhares de Sportinguistas que se deslocaram a Coimbra. Claro que o jogo a meio da semana deverá ter deixado alguns em casa, assim como o aumento ligeiro do preço dos bilhetes, mas é nestas alturas, de dificuldade pela resultado da Rússia, que o clube mais precisa de nós. São muitas as frentes de "batalha" que o Sporting tem no seu caminho e só unidos podemos chegar longe. E como bem sabemos, Coimbra tem mais encanto vestida de verde e branco!



3 comentários:

Bruno Ope disse...

http://3grandesnaliga.blogspot.com/2015/08/3a-jornada-academica-sporting.html

Comentários e sugestões serão bem vindos

Bruno Ope disse...

http://3grandesnaliga.blogspot.com/2015/08/3a-jornada-academica-sporting.html

Comentários e sugestões serão bem vindos

Aboim Serodio disse...

Na continuação dos meus dois comentários sobre o video arbitro pelo qual mostrei a minha completa concordância vieram-me à cabeça várias ideias que vou tentar escrever em formato telegrama:
1) Eu só seria arbitro se necessitasse de protagonismo ou se tivesse filhos com fome mas, como não é o caso e, se eu fosse arbitro, seria o primeiro a pedir o visionamento de todas as jogadas em que eu tivesse duvidas. Normalmente não seriam assim tantas!
2) Estou convencido que foi pelo visionamento dos videos respectivos que o Bruno Esteves entrou diferente na segunda parte! Começou logo por assinalar um fora de jogo inexistente a um jogador da Académica e, ao contrario de mim, não teve duvidas na marcação do penalty que o Adrien acabou por falhar! Agora que ja vi a repetição não me restam duvidas mas no jogo jogado tive-as!
3) Sobretudo no tenis o "olho de falcão" tem ajudado o arbitro a corrigir a sua primeira decisão e o tempo perdido é diminuto!
4) Se a perda de tempo serve de argumento para alguns menos honestos então que o tempo de jogo seja reduzido mas cronometrado!