segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Nem milionário, nem compra tudo e todos!


"O actual presidente do Sporting fez uma política de austeridade durante dois anos, e bem, e agora inverteu-a completamente. Parece um clube milionário a comprar tudo e todos"

Bem sei que o Jaime Antunes é um pessoa com pouco credibilidade. Mas é um voz que gosta de se ouvir e ecoar nos principais órgãos de comunicação social. Esta frase dele, sobre o Sporting, tem sido veiculada de forma quase natural, ora por ele, ora por outros que nem ao trabalho se dão de tentar perceber como as coisas têm sido feitas.

Vamos por partes. 

Efectivamente o Sporting teve de fazer uma política de austeridade nos primeiros dois anos. Era irreversível o caminho que estava directamente associado à reestruturação financeira, que era necessário colocar em marcha. Assim foi!

Depois inverteu-se a política de contratação? Não. O Sporting reduziu o seu orçamento, mais importante foi reduzir um conjunto de despesas supérfluas, equilibrando-se do ponto de vista financeiro. O que Bruno de Carvalho fez nesta terceira época, com alguma folga na SAD, como tem vindo a demonstrar os R&C, foi investir um pouco mais na qualidade a contratar, ainda assim, como tem sido possível observar, alguns jogadores vieram a custo zero ou quase e os ordenados são sempre o ponto de entrave para a finalização do negócio com o Sporting.

Parece um clube milionário? Um conta simples: a receita da época 15/16. O Sporting gastou 7,9 M€, vendeu 11,6 M€, o que dá uma receita de 3,75 M€. Nada mau. Se isto é um clube milionário...

Já dá para pagar um ano ao JJ!

5 comentários:

Germano Bettencourt disse...

Quando as coisas correm mal a um clube, os abutres aparecem sempre. Este para disfarçar falou do rival, e assim ganha credibilidade para atacar o Vieira, ou então é uma espécie de colagem.

Bancada de Leão disse...

É aquela crítica, por parte do Jaime Antunes, do dizer por dizer para desviar atenções.

Der Mann disse...

Sim pq o vosso Paulo Andrade fala sobre a UNICEF!

Aboim Serodio disse...

Eu comparo o fenomeno com a gripe ou até com a simples virose! Vergonha minha, assisti ontem ao Trio de Ataque (versão "com barbas") onde o tema parece ja ter atingido boa parte da população! Agora vale a pena fazer desconfiar que uma boa gestão financeira dum clube é um tema para desconfianças! "Balha"-me Deus!

Aboim Serodio disse...

Creio que o tal Trio de Ataque de ontem não foi apresentado pelo Hugo Gilberto (o que é sempre mais jocoso) porque a barba ainda não lhe cresceu o suficiente! Mais uns dias e teremos o Palavras e A(c)tos apresentado por um barbudo!