terça-feira, 15 de dezembro de 2015

A propaganda do Guerra!


A propaganda que os clubes fazem nos órgãos de comunicação social existe, não me espanta e, por vezes, quando não é em demasia até a entendo. O futebol é um desporto de massas e passar uma mensagem é, muitas vezes, mais eficaz que uma vitória dentro de campo.

O Sporting fá-lo, mas claramente menos que os habituais rivais, o Porto tem a ajuda de jornais, desportivo como o O Jogo ou nacional JN, o Benfica, entre A Bola e alguns acólitos, um Rui Pedro Braz na TVI ou um Guerra no "Prolongamento" (fora os websites do regime) vai espalhando a sua mensagem. E é neste último, que tem ligação com o clube, que vamos falar.

O programa onde intervém é horrendo, ver a forma ardilosa e intragável como esgrime argumentos para atacar o Sporting é irreal. Vi no blog O Artista do Dia, provavelmente o melhor blogue Sportinguista da actualidade, que esse senhor levou uma imagem da grande penalidade do Sporting, o 3-0 contra o Moreirense, para mostrar que era irregular esse lance e que o árbitro poderia estar a facilitar o Sporting.

O lance, que podemos ver na imagem cima, não é correctamente mostrado e de forma "rastejante", Pedro Guerra, mostra o que lhe interessa cortando o dois jogadores do Moreirense que também estão dentro da área e que até pode ser pouco relevante para o caso. Como o próprio lance.

Façamos um exercício, peguemos numa grande penalidade qualquer do Benfica, esta época, ou outra, e vejamos o que acontece no momento em que é batida a grande penalidade. Pois...a imagem que está em baixo mostra isso mesmo, há jogadores dentro da área. Diria mesmo, que em mais de 3/4 dos lances isto deve acontecer e é transversal a todos os clubes. 

Mas interessa é passar a mensagem para as massas: o Sporting marcou uma grande penalidade irregular. Haja pachorra!


3 comentários:

... disse...

Podiam ao menos saber as leis do jogo antes de interpretar qualquer lance.
Passo a explicar, não pode haver beneficio do infrator, logo, há que separar as situações possíveis de acontecer:
- Equipa atacante marca golo, equipa que defende tem jogadores dentro da area -> penalti validado sem necessidade de repetição, pois a haver iria beneficiar o infrator que poderia ver o penalti falhado;
- Equipa atacante marca golo, com jogadores seus dentro da area -> penalti repetido, pois o infrator(nesta nova situação, a equipa atacante) beneficia de ter jogadores dentro da area;
- Equipa atacante falha penalti, equipa que defende tem jogadores dentro da area -> penalti repetido, o infrator, equipa que defende, beneficia de jogadores na area em caso de recarga;
- Equipa atacante falha penalti e tem ao mesmo tempo jogadores dentro da area -> penalti repetido, pois pode beneficiar de jogadores na area em caso de recarga.

A imagem que apresentam enquadra-se na primeira situação, logo não deve haver repetição do penalti.

Bancada de Leão disse...

As regras, sinceramente, são pouco relevantes para o sentido do post.

Bancada de Leão disse...

E já agora se a imagem que se refere é a do Benfica, não é na primeira que se encaixa, mas na segunda, o que não aconteceu.