sábado, 5 de dezembro de 2015

Bruno de Carvalho convida Benfica a discutir arbitragem


Já não comprava um jornal desportivo há algum tempo. Hoje, quando vi que o Presidente do Sporting tinha escrito um artigo de opinião, em vez de esperar pelo artigo on-line que normalmente se consegue com relativa facilidade, adquiri o jornal Record.

O artigo centra-se em 4 temas: processos do Benfica, vouchers ainda sem resposta, direitos televisivos e arbitragem. Não tenho dúvidas que o timing deste texto de Bruno de Carvalho terá muito a ver com a entrevista de hoje de Luís Filipe Vieira ao Expresso.

Dos processos que o Benfica tem movido, pouco a dizer, os tribunais que decidam, estranhar só o facto, de, como diz o Presidente e acreditando que é verdade, notificarem a morada de casa de Bruno de Carvalho em vez da tradicional do estádio. Imaginem se fosse ao contrário, éramos acusados de terrorismo.

Dos vouchers continuaremos à espera dos resultados de uma possível investigação, é por aí que o texto leva o seu rumo.

Dos direitos televisivos, não concordo com tudo o que diz o Presidente, nomeadamente dos valores até porque não me preocupam as contas dos outros, aceito que nós estaremos serenos a negociar até porque temos contrato até 2018.

É na arbitragem que quero dar mais destaque ao que diz Bruno de Carvalho.

Agora que os adeptos do Benfica estão mais vigilantes que nunca, contrastando com o passado mais recente, quase dá para perguntar será que ontem houve outras intenções nos lances de grande penalidade, se houve "Tonel"?

Mas vamos ao que diz Bruno de Carvalho, algo que defendo há muito, ainda antes dele ser Presidente do Sporting:

"Ficam desde já convidados os dirigentes do Benfica a assinar a nossa proposta do vídeo-árbitro e começarmos em conjunto a lutar pela implementação da mesma. Assim, em vez de andarmos a lamentar constantemente, seremos pró-activos. Mas acrescento hoje um novo convite: falemos em conjunto, e de forma pública, demonstrando a capacidade de elevação e fair-play do futebol português num evento onde analisaremos ao pormenor a arbitragem e, já agora, as exibições em cada jogo desta época dos dois clubes, estando o convite alargado aos mais clubes que o queiram fazer. Assim todos demonstrarão que não se fala só por falar, que a linguagem não é utilizada para pressionar mas que todos apenas queremos mostrar os factos verdadeiros e contribuir para um futebol melhor."

Está lançado o repto, esperemos pela resposta do Benfica!

Sem comentários: