segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

A agonia da arbitragem, o silêncio e a Mata Real!


Desde sexta feira à noite que estou pensativo sobre o que passou em Alvalade. Perdemos dois pontos quando não seria de prever que tal acontecesse. Não consigo atribuir as culpas desses pontos perdidos a um árbitro, que, mesmo estando à vista que as estatística não nos são favoráveis, e provavelmente outras coisas, teria sempre muita dificuldade em acertar ou não na decisão. Na realidade, olhando para o lance e inúmeras repetições, não há concordância se foi ou não grande penalidade, por mais vídeos que nos mostrem.

A agonia de sexta feira só passa e só pode ser atenuada porque o próximo jogo é aqui no norte e vou poder estar lá a apoiar o Sporting. A ida a Paços de Ferreira é absolutamente fundamental e o nosso apoio fulcral para continuar a luta pelo objectivo principal do Sporting para a época 15/16: a conquista do título nacional.

A luta será a três como anteriormente já tinha referido e com 16 jogos ainda para de disputarem a emoção será garantida.

A segunda volta começou da pior forma para nós, mas não podemos, nem devemos deitar a toalha ao chão. Aliás, custa-me perceber como há Sportinguistas com tão maus pressentimentos e com teorias rebuscadas em torno do que pode acontecer até Maio.

O Presidente do Sporting teve o bom senso, no início do seu mandato, e em temas vitais para o clube, de colocar tudo e todos em causa. Era necessário, prudente, disruptivo tendo em conta o modelo de gestão que vigorava no clube. Há assuntos que passaram a fazer parte da agenda do futebol e que ninguém pretendia tocar neles. Nesse particular, a sua acção foi fundamental.

Aliás, ainda hoje tivemos um bom exemplo da necessidade de colocar em causa alguns dos silenciosos mas perigosos agentes do futebol, como é o caso de Vítor Pereira. Foi só o Sporting levantar um pouco a dúvida sobre a sua actuação, que logo ameaçou o presidente do clube com um processo e até a APAF já levantou a garimpa.  

Nesta "guerra", vale a pena colocar-se em causa o que tem e o que não tem sido feito. É aqui, que a forma como o presidente do Sporting vive o clube e o que pretende que seja discutido com outra abrangência, que as fichas devem ser colocadas. Apostar com eficácia na reforma do futebol português.

O que se tem visto, nestes últimos 3 dias, e que pelo meio teve uma AG do clube onde foram aprovadas contas consolidadas do clube já com a reserva para o problema Doyen com 98%, é uma vulgarização da utilização do argumento que o árbitro nos prejudicou que, na minha óptica, não faz sentido à luz do que se passou na sexta. Porra, até a AG que teve um ponto incrível na aclamação e bem da solidez financeira que o clube vai mantendo, e hoje soubemos que a UEFA nos retirou da lista dos incumpridores do fair-play financeiro, passou ao lado por causa de ditos que não dignificam o nosso clube.

Deixei de ver os programas televisivos de futebol porque só se falavam de árbitros. Não vou deixar de ver futebol porque o amor que tenho pelo raio do desporto é mais forte que tudo isto, mas irrita, que uma batalha que é importante para nós, a credibilização da arbitragem, esteja a ser desvirtuada por excesso de argumentos, alguns, deles anedóticos.

Porra, estamos em primeiro lugar à entrada da segunda volta, temos jogadores em campo que dão espectáculo comó caraças, ganhámos 3 vezes ao Benfica e 1 vez ao Porto, já nem lembro de tal feito noutras épocas. Já fizemos exibições de enorme qualidade e temos um excelente treinador. 

Sejamos criteriosos na comunicação dos temas importantes, nomeadamente, a arbitragem e propaganda que outros fazem, mas centremo-nos no essencial e em algo que não nos conseguem tirar que é a união que actualmente os Sportinguistas ostentam no apoio à sua equipa.

O momento é agora e na Mata Real é o tudo ou tudo, o resto, não é para desistir mas é importante que saibamos como e em que momentos devemos atacar, sendo criteriosos e comunicando de uma forma eficaz. Há silêncios que valem ouro e esta semana, deveríamos ter optado por essa via que, já nos trouxe tão bons resultados!

3 comentários:

Relva disse...

Lúcido. Subscrevo. AS nossas palavras alimentaram o benfica, os silêncios alimentam-nos.

Bancada de Leão disse...

Obrigado.

Mike Silver disse...

Penso que o Paços vai ser um osso duro de roer