terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Comboio Verde, bilhetes e critérios


Ontem, como acontece regularmente sempre que o Sporting joga em casa, recebo o e-mail do clube, com a cara de um jogador ou técnico, a felicitar pela vitória no jogo contra o Porto, o espectáculo que os adeptos deram e no final um "Apesar de não teres conseguido estar presente, continuamos a contar com o teu apoio".

Esta acção é óptima e é uma forma muito prática do Sporting comunicar com os sócios, mas, como é fácil de constatar, eu estive presente no jogo, com um bilhete comprado num Núcleo do Sporting, o Solar do Norte, mas não contei para a estatística. E porque é isto relevante? Já lá vamos.

As duas iniciativas que o Sporting protagonizou com o comboio Verde, Benfica e Porto, foram um sucesso. No total foram perto de 2.000 Sportinguistas estiveram presentes nos dois jogos, talvez de outra forma não fossem tantos. A avaliação deve ser feita pelo clube e perceber se podem estender a outros jogos. Por exemplo, contra o Braga no domingo era engraçado, será tarde para tal, até porque há jogo a meio da semana em Setúbal, mas era um excelente jogo para o fazer sendo que a partida começa as 16 horas.

No jogo para amanhã diante do Vitória FC, os bilhetes estão à venda desde hoje para os sócios e adeptos com diferentes regras. É normal, é um critério e que normalmente só falamos dele quando acontecem as finais da Taça de Portugal porque nessa altura é uma autêntica caça ao bilhete.

A questão é sempre a mesma, um sócio é mais fiel porque vai aos jogos todos em casa? Não. É importante, deve ser premiado em alturas como as que são necessárias definir critérios, mas um sócio como aquele que eu e muitos outros somos, do Norte (ou outro ponto do país que não Lisboa), que vai a tudo que é estádio acima de Coimbra e ainda alguns jogos em Alvalade, é também ele vital para o apoio que o Sporting necessita para conquistar os seus títulos.

Estes pequenos pormenores fazem toda a diferença, e se, esta Direcção teve a capacidade de promover os Comboios Verdes e que tão bem correram, está na altura de passarmos do amadorismo dos últimos anos, principalmente em direcções anteriores e começar a promover o Sportinguismo como ele deve ser e está identificado no nosso nome: Clube de Portugal!

3 comentários:

António Gomes disse...

Primeiro, percebi o cerne da tua questão. Devia-se promover o Sportinguismo e não a diferenciação.

Mas isto é apenas um mail automático que cruza a informação dos cartões/gamebox que passaram nos torniquetes com a base de dados dos sócios. Eu estou sempre em alvalade, e já fui a jogos com o núcleo em que não usei o meu cartão. Esta iniciativa é apenas marketing, claro que é chato para uma pessoa que lá esteve receber um mail deste tipo, mas acho que antes de criticar uma iniciativa destas devia-se era pressionar o clube para apoiar mais os nucleos para fazer as viagens e aquisição de bilhetes onde quer que fossemos.

Por exemplo, sendo de Évora, eu amanhã vou a setúbal, e não sei ainda como vou comprar bilhete, contactei o núcleo para saber se havia alguma forma de arranjar bilhetes no clube. A informação que recebi e que ainda se está à espera, pois falaram com o Sporting e ainda não tinham obtido resposta.
ISTO é que o sporting devia melhorar, ou seja ser mais activo no intercâmbio com os núcleos. Esta demora na resposta é o busílis do binómio Clube/adeptos, pois os núcleos são as lanças do clube em cada cidade/vila/etc...

António Gomes disse...

Isto que escrevo não é uma crítica ao(s) núcleo(s), é mais uma critica ao departamento de interação do clube com os núcleos que devia ser mais pró-activo. Seja em divulgação, seja a facilitar o planeamento das deslocações destes por todo o país servindo muitas vezes de ligação entre estes e os estádios onde querem ir...

Acho que esse departamento devia ser mais célere a responder às solicitações dos núcleos.

Bancada de Leão disse...

Caro António Gomes, obrigado pelo seu e-mail, mas não entenda o meu mail como crítica.
Aliás, eu já falei com elementos do Solar do Norte antes de escrever isto e sei que farão tudo que estiver ao alcance para melhorarmos cada vez mais.