terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Destaques da primeira volta do Sporting


A primeira volta do campeonato nacional terminou. Cumprido que está metade do objectivo, vem, com a segunda volta, aquela que é a parte mais sinuosa do trajecto até Maio e onde começam a surgir as principais dificuldades que o Sporting encontrará para atingir o sucesso.

No entanto, com o primeiro lugar na Liga e ainda sem ganhar absolutamente nada, mas com a cabeça bem assente e o clube bem focado nos objectivos, seguem 6 notas sobre os primeiros 17 jogos:

1. A liderança do Sporting que apresenta, até ao momento, o melhor futebol da Liga Portuguesa com destaque primordial para a capacidade que a equipa tem em acreditar que, seja em que condições for, é sempre possível vencer cada jogo.

2. A defesa Leonina está entre as melhores da Europa e a média de golos sofrida até foi estragada pela exibição que o Braga fez em Alvalade ao conseguir marcar dois golos. Ora isto aconteceu porque, primeiro, Patrício não deixa margens para dúvidas da sua qualidade enquanto guarda redes, segundo, há uma preocupação de Jorge Jesus com o sector mais recuado, mesmo com as dificuldades de lesões que têm atormentado Ewerton (ou Tobias) e as constantes mexidas que é obrigado a fazer. Todos nos lembramos da velha máxima, "uma equipa constrói-se a partir da defesa".

3. A superioridade sobre os rivais que já não acontecia há algum tempo. Vitória nos dois jogos contra Benfica (fora) e Porto (casa), não só por números esclarecedores, como pelas exibições protagonizadas que resultaram em 5 golos marcados e 0 sofridos.

4. O aproveitamento de Gelson e Matheus. Quanto Jorge Jesus chegou ao Sporting rapidamente se matou a formação e a passagem de jovens jogadores para a equipa principal. 

Já agora, abro aqui um parêntesis, já repararam que este ano se fala menos na formação? Liderámos em 3 escalões, só por curiosidade.

Voltando ao assunto, as apostas em Gelson e Matheus têm sido preponderantes nas soluções encontradas para as diferentes competições. O primeiro, principalmente no campeonato nacional com exibições muito seguras, o segundo com diferentes oportunidades na Liga Europa e a Taça da Liga (e também a Liga Portuguesa) onde tem correspondido da melhor forma mosntrando estar apto a ser solução para estar entre os "grandes". Dois jovens jogadores no plantel do Sporting, que pode ter mais qualidade que no passado mas que não tira a oportunidade dos mais jovens puderem lutar por um lugar na equipa principal.

5. Slimani e Ruiz a lembrar Jardel e João Pinto. Não sei quantos golos vão fazer até ao final do ano, nem faço ideia se a dupla vai continuar em grande forma, mas, neste momento, na equipa principal é um prazer ver como os dois se entendem. Slimani inclusive já marcou mais golos que na época passada, Ruiz tem passeado a sua classe pelos diversos campos portugueses.

6. Os adeptos do Sporting. A prova mais que evidente do discurso recorrente de Bruno de Carvalho que somos muitos e bons e que não se devem subestimar. Têm sido incríveis no apoio ao Sporting. Seja em Alvalade, onde empurrámos a equipa para as vitórias mais incríveis e sofridas, seja fora, onde mostrámos de que raça somos e o que representámos para o futebol nacional.

O Mundo Sabe que somos os melhores adeptos de futebol!

Sem comentários: