quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Fica no ar!


Raio do futebol nacional que está podre. Fora do campo, entenda-se. A Liga, a Federação, a luta pelo poder, as inconsistências, os reparos e o que fica no ar. 

Slimani pode ser castigado. Ninguém, no seu perfeito estado racional, perceberá porque raio não se averigua e decide um caso destes na hora. Como os vouchers são deixados dias e dias sem decisão e precisamente no momento em que um dos clubes, neste caso queixoso, falava sobre isso, sai miraculosamente a decisão. Mas quem diz o Slimani, podia dizer o Eliseu, sim também agrediu, pela mesma lógica. Ah, não pode!

O futebol em Portugal tinha tudo para ser diferente, mas não há mínima preocupação em querer melhorá-lo. Em Inglaterra os castigos saem na hora, salvo raras excepções em que é necessário averiguações, mas rapidamente se conhece a decisão. Não fica no ar a dúvida.

Slimani, que eu até aceito que arrisca muito com determinadas situações que não lhe ficam bem, poderá ser penalizado, mas, se virmos o raio da situação como poderia ter acontecido e como está a acontecer, claro que dá para perguntar "é porque o Sporting vai em primeiro?". Fica no ar.

Depois juntam-se as grandes penalidades não assinaladas há 3 dezenas de jogos, e o último árbitro a apitar tal coisa foi arrumado, ou os vouchers que andaram dias e dias para conhecer uma decisão que surge quando um dirigente do Sporting está a falar disso, mas em que a comunicação era sobre o caso Slimani. Fica no ar.

Se me perguntarem directamente se acho que os vouchers eram corrupção? Não acredito, o Artista do Dia explica algumas coisas.

Se acho que o Slimani está a ser empurrado para ficar de fora e com isso o Benfica tirar vantagem? Quero acreditar que não. Porque ainda sou um romântico (ou um parvo) que acredita que não há uma tentativa descarada de nos arrumarem, já quem em campo está a ser complicado. 

Mas a Liga, a Federação, o Vítor Pereira, a APAF e tanta outra gente ajuda a que tudo isto seja colocado em questão. Fica no ar!

No ar não fica o apoio que o Sporting vai tendo dos seus adeptos no estádio. As mensagens que vão aparecendo um pouco por todo lado, de diferentes pontos do país, não é fanfarrão é apoio genuíno de algo que todos acreditamos que pode acontecer. E será sempre no campo que vamos batalhar para que isso seja possível, contra 11 ou contra 14. Porque fora dele, não chegará nunca, apenas, a luta do Sporting!

2 comentários:

jonas cunha disse...

Concordo em absoluto
É vergonhoso.

jonas cunha disse...

Concordo em absoluto
É vergonhoso.