quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

O SMS da Doyen a pressionar o Sporting!


O Football Leaks continua a ser uma fonte inesgotável, pelos vistos, de documentos relacionados com o Sporting (entre outros clubes, é certo). Os responsáveis pelo site já afirmaram que têm uma luta contra os fundos, pela transparência do futebol e hoje saíram a público os célebres sms entre Nélio Lucas, CEO da Doyen e Carlos Vieira, Vice-Presidente do Sporting.

Veja-se, a sustentação que levou o Sporting a avançar para tribunal, obviamente associado ao facto do contrato ser aquilo que todos conhecemos e que foi muito mal conseguido pela anterior direcção sendo apenas vantajosa para uma das partes.

O sms de Nélio Lucas mostra a pressão que a Doyen faz para vender um jogador que tem um colosso do futebol mundial interessado, internacional da Argentina, uma prestação óptima no mundial, com clausula de rescisão de 30 milhões, mas que a Doyen insiste que seja vendido por uma valor na casa dos 15 millhões onde a Doyen receberia 75% dessa verba.

Aqui fica o texto, tirem as conclusões que acharem necessárias.


"De: +351913829070
Recebido: 9 Ago 2014 17:27
Carlos vamos ver se nos entendemos...
O MU não vai ajudar com nada até porque não tem porque ajudar.
Já mandou uma oferta por um valor que na opinião de todos, inclusive vossa, é
acima do valor do jogador porque falamos de 15M€.
Mais ainda que fique claro que o Sporting não está em condições de exigir nada,
aqui só se trata de informar se aceite vender ou não e para caso há obrigações e
formas de resolver.
Não aceitando vender enviaremos uma fatura de 15M€ para cobrar os 75% do valor
da oferta como temos direito.
Vendendo nós estamos na disposição de oferecer ao Sporting condições que
tornam o negócio bom atendendo ao que está pactado. Talvez se consiga ainda
melhor mas precisamos falar.
Carlos temos até amanha as 9 da manha para contestar ao Manchester e eu não
brinco com estes assuntos. Eu sei que o presidente gosta destes extremismos mas
neste assunto não há margens para loucuras porque os contratos são muito claros e
inquestionáveis por muito que pensem o contrário... Bastaria ver as jurisprudências
noutros casos.
Em meia hora de conversa com ele resolvo este assunto.
Julgo que está nas suas mãos resolver isto a bem e com uma saída airosa para o
seu presidente porque será uma vitória dele. Caso contrário o extremismo vai lhe
sair muito caro. A nossa postura é de resolver a bem e ajudar como fazemos com
todos os clubes.
Abraço"

p.s. este post foi escrito com base num documento tornado público e que se encontra no seguinte link, os facto relatados estão nesse documento.

Sem comentários: