segunda-feira, 28 de março de 2016

A visita do Jornal do Sporting que nunca aconteceu!


"Pedimos a conta, sem café, e a taluda cifrou-se em mais de 1.000 euros, 250 euros se dividido por quatro, o que mesmo num espaço nobre como este, num jantar à vontade entre quatro amigos, sem restrições no pedido à “la carte” não deixa de ser um valor muito elevado para a bolsa do português comum, seja ele gestor, médico, advogado, árbitro, observador ou delegado. Não chegou a ser assim, mas podia ter sido."

Bastava terem lido este conjunto de frases para, nos últimos dias, não andarem a fazer figuras tristes nas redes sociais. E foram muitos!

Claro que ninguém pede, a certos leitores, principalmente rivais, que comprem o Jornal do Sporting, mas também não é aconselhável formarem uma opinião quando apenas a única coisa que leram foi o título na capa.

Mas como até dava jeito para dizer umas alarvidades e lançar mais uns ataques ao Sporting, o que interessava era gerar "buzz à la Gil" para mostrar que no Sporting anda tudo doido que até gastam 1.000 euros num jantar na Luz por causa dos vouchers.

Pior que isto tudo só mesmo o Correio da Manhã, que fez uma pequena reportagem sobre esta notícia, sem ter lido o jornal do clube, e esses não têm desculpas.

Descontextualizaram e assumiram que a malta da Sporting TV foi mesmo ao restaurante, mostrando assim que aquela gente de jornalista não tem nada!

Vá, o texto na totalidade está aqui disponibilizado pela Cortina Verde.

2 comentários:

guille esp disse...

Muito boa esta pequena investigacao!! Fica mais do que comprovado que o BC estava a dizer a verdade sobre os valores das refeicoes, 1000 Euros para mim e muito dinheiro.

Centopeia disse...

O jantar, a acontecer, seria no Museu da Cerveja, certo? Se sim, não é, passo a citar "...num jantar na Luz...".