sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Lucca Cotrim, mais uma vítima das redes sociais!


Lucca Cotrim era jogador de andebol do Sporting. Deixou de ser hoje, pelos vistos. Na altura em que publicou o que está em cima, ainda era jogador do Sporting. É Benfiquista. Pouco importa para o caso.

Queixou-se de um comentário que um Sportinguista fez na rede social twitter sobre o Renato Sanches. Até poderia aceitar a crítica de Cotrim, agora o problema é que ele desrespeitou a instituição que representa, neste caso o Sporting.

Mais estúpido é pensar que na redes sociais se podem dizer coisas destas e sair de "fininho". Erro crasso!

O Sporting, nomeadamente o departamento de andebol, recebeu vários pedidos para agir em função do que o jogador acabava de escrever.

Na minha opinião, disse-o na altura na mesma rede, o Sporting deveria abrir um processo disciplinar e o jogador sofrer as devidas consequências.



Pelo que lemos no Facebook do Lucca Cotrim, não sabendo se o Sporting abriu ou não o processo disciplinar, o certo é que o jogador foi convidado a abandonar o clube. Estando envolvido o Hugo Malcato nessa decisão, pessoa que admiro muito, tenho a certeza que os interesses do Sporting foram bem salvaguardados.

Ao jogador que sirva de lição, mas os clubismo, na hora de se ser profissional têm de ficar fora dos estádios e pavilhões. E não é por ele ser do Benfica que aceito a decisão, mas porque desrespeitou a instituição centenária do Sporting Clube de Portugal!

2 comentários:

francisco disse...

se era para falar dos nossos jogadores de merda, agora já nao podemos pois o cotrim já não faz parte do Sporting Clube de Portugal.

p.s- nao te preocupes cotrim, mais semana menos semana eu sei bem a onde vais parar.

conana disse...

É pena ter q ser à bruta, mas isto não vai lá com avisos e paninhos quentes. Lembro-me do Cardinal, que nunca foi arruaceiro (foi só desequilibradamente genuíno!) para com o SportingCP e mesmo assim teve que sair. E se era bom jogador!! são atitudes destas que dão credibilidade e carácter a um clube. E, fundamentalmente, demonstram transparência e rigor de processos. Quem está tem que saber estar, quem não sabe estar ... não fica. Gosto!