sábado, 10 de setembro de 2016

Sporting 3-0 Moreirense :: afiando as garras!


Com o mercado de transferências fechado, arrumados os jogos da Selecção, que no nosso caso até trouxe Bryan Ruiz lesionado e cansado, Jorge Jesus teve à sua disposição todos os elementos que compõe o plantel do Sporting 16/17. 

Claro que o treinador leonino quis esquecer o jogo com o Real Madrid, focando os jogadores na importante partida da quarta jornada diante do Moreirense. No entanto, a entrada de Schelotto para o lugar de João Pereira dava a entender que alguns esforços estavam a ser feitos, Campbell que já tinha alinhado contra o Porto entrava no 11 titular e Bas Dost substitui Slimani, foram estas as principais alterações. 

O Sporting entrou forte na partida e os primeiros 10 minutos indicavam um jogo de sentido único. Mas, verdade seja dita, o Moreirense não trouxe o autocarro, chegou mesmo a equilibrar a partida, entre 2 remates e umas quantas cacetadas, aguentou até aos 25 minutos.

O golo foi de Gelson após maravilhosa assistência de William, estava aberto o activo e para o Sporting. Uma breve pausa para falar de Gelson que está a ter o melhor começo de campeonato de sempre. Já leva mais de 40 jogos pelo clube, está altamente confiante e continua a ser aposta de Jorge Jesus. Percebe-se que está no bom caminho quando os rivais passam a vida a dizer que vai parar ao banco por causa de Markovic e Campbell. Sinceramente, eu quero em campo os melhores 11 jogadores e confio em Jorge Jesus para que isso aconteça.

Como o Moreirense fazia questão de olhar para os jogadores do Sporting e ver canela do pescoço para baixo, aos 34', Neto foi expulso por acumulação de amarelos. Pepa, o treinador visitante, pelos vistos não conhece as regras do futebol. É jovem, acredito que ambicioso, mas deverá ter mais conhecimento sobre a Lei 12.

Até ao intervalo o Sporting foi controlando a partida, não conseguiu ampliar a vantagem e, devo voltar a frisar, o Moreirense não se remeteu à sua defesa apenas com 10 jogadores e continuou a jogar olhos nos olhos do Sporting. Mas o melhor elemento continuava a ser Makaridze, o seu guardião.

A segunda parte arranca com duas oportunidades flagrantes de golo para o Sporting, primeiro por Bas Dost e depois por Adrien. E voltaremos ao capitão no final do texto.

Até que aos 52', a maldição do "7" começou a ser quebrada e Joel Campbell aumentou a vantagem para o Sporting colocando o resultado em 2-0. Numa assistência primordial de Alan Ruiz, o costa-riquenho emprestado pelo Arsenal atirou de cabeça para o fundo das redes do Moreirense.

Foi preciso esperar apenas quatro minutos para o resultado final ser fixado, Bas Dost num lance pleno de oportunidade atirou para o 3-0.

Com meia hora de jogo para o final da partida permitiu a Jorge Jesus colocar Markovic, rendendo Gelson, e claro, perante 44.393 adeptos o treinador leonino fez uma substituição que todos esperavam em Alvalade: retirou Adrien para colocar Elias.

O capitão saiu de campo ovacionado de pé pelos enormes adeptos leoninos numa demonstração da raça de que é feito este Sporting Clube de Portugal. Soberbo!

O jogo não podia terminar sem, claro, uma grande defesa de Rui Patrício, uma mancha ao remate de Ramirez. O tradicional "Ruiiiiiii" ecoou por essa Europa fora. 

Vitória justa, tranquila de um Sporting que ainda tem muito para caminhar, mas os passinhos de bebé estão a ser dados no bom caminho. A liderança sabe bem, no domingo defendemos o primeiro lugar em Vila do Conde e é preciso encher o estádio dos Arcos para motivar ainda mais os nossos jogadores. Vamos!

3 comentários:

Bruno Ope disse...

Olha lá que o "tradicional Siiii" não é Siii mas sim "Rrrui!"
Não te deixes enganar pelos comentadeiros da SportTV

SL

Bancada de Leão disse...

Bruno,

Verdade e corrigido!

SL

Leila Lee disse...

Grande Rui Patrício. O orgulho não só nosso "SPORTING" como também dos Portugueses no geral. Um BIG Like ao Rui Patrício.

Leila
Sportinguista de coração
Maputo - Mozambique