domingo, 4 de dezembro de 2016

Sporting 2-0 Vitória FC :: limpinho, limpinho!

foto: Carlos Rodrigues

Jogo fundamental para o Sporting continuar a depender apenas de si para ser campeão nacional. Depois da derrota do Benfica na Madeira, podíamos ficar a apenas 2 pontos de distância do primeiro lugar, bastando para isso vencer o Vitória FC em nossa casa.

Alvalade voltou a registar uma assistência normal para a época em curso, mais de 40 mil estiveram incansáveis no apoio ao clube. O momento da noite nas bancadas, porém, foi quando ao minuto 71 se entoou o cântico "Vamo, Vamo Chape" em memória das vítimas do acidente de viação que ocorreu durante a semana. Foram 71 pessoas a ficar sem vida, entre os quais, quase toda a equipa da Chapecoense, que viajava para Medellin para jogar a primeira mão da final da Copa Sudamericana, e também 21 profissionais da comunicação social e tripulantes do avião.

A este tributo vindo das bancadas, o Sporting entrou em campo equipado com uma camisola a relembrar este triste momento, saudando os "Eternos Campeões". 

Voltemos ao jogo e à vitória clara do Sporting sobre o Vitória FC. Não oferece contestação, de tal forma, que, apesar dos 4 golos marcados apenas vencemos por 2-0. Limpinho, limpinho!

Jorge Jesus apresentou aquele que é, provavelmente, o melhor 11 do Sporting. A grande dúvida, e que tem sido sempre a movimentação principal de JJ, é quem apoia Bas Dost no ataque. Ontem foi Bryan Ruiz.

O Sporting terá ontem realizado a melhor primeira parte da época. Avisou que queria marcar cedo logo no primeiro minuto por Bas Dost, incidiu aos 6 por Adrien e na sequência do canto, Gelson Martins, o melhor jogador neste momento no campeonato, a colocar a bola na cabeça de William Carvalho para o primeiro da noite. 

Estava desbloqueado o jogo, mas não baixámos o ritmo. Aos 13' Bas Dost quase marca, não era a sua noite, ou por azar (e defesas do guarda redes contrário), ou por decisão do árbitro. O primeiro golo mal anulado acontece aos 32', Bas Dost salta a uma bola quase sozinho, o defesa do Vitória limita-se a ver jogar e não há falta absolutamente nenhuma. Decisão errada!



Três minutos depois estava reservado o momento alto da noite. Bruno César de livre directo marca um golo fantástico e elevava para 2-0 o resultado da noite. Estava endiabrado o Brasileiro e quase no intervalo ainda tentou chegar ao terceiro.

Intervalo, bom futebol, uma vitória praticamente certa. A segunda parte foi um descanso a pensar em Varsóvia.

Ainda assim, aos 55 minutos novo golo mal anulado agora a Coates. É claro que o lance começa numa mão não assinalada ao defesa argentino, o lance seguiu, a bola chegou à área onde o central não fez falta nenhum sobre o guardião Bruno Varela. Mal anulado, não queriam que o nosso avançado se aproximasse da da liderança dos melhores marcadores da Liga Portuguesa.

Com este resultado confirmado, o Sporting vai à Luz no próximo domingo defrontar o líder do campeonato a apenas 2 pontos de distância. Pelo meio, há um jogo na Polónia decisivo para a continuidade nas competições europeias e vão surgir as dúvidas do costume.

Poupámos a pensar no campeonato, a prioridade, ou vamos à Polónia para vencer?

Conhecendo Jorge Jesus como todos nós conhecemos, irá para vencer levantando o pé do acelerador, mas o Sporting sabe que é absolutamente estratégico continuar nas competições europeias. São 8 dias para 2 jogos cruciais que os jogadores têm de encarar com o maior profissionalismo, sendo que é importante haver alguma gestão física. Se no passado a nossa equipa era curta, actualmente, e tendo em conta os dois jogos que se aproximam, alguns dos habituais suplentes e que serão, certamente, titulares na Polónia, têm de mostrar que sabem honrar a camisola centenária do Sporting Clube de Portugal. É o mínimo que peço!

Sem comentários: