sábado, 15 de abril de 2017

Vitória FC 0-3 Sporting :: a felicidade de Bas Dost é contagiante!

fonte: Vsports

É impossível ficar indiferente aos festejos de Bas Dost no terceiro golo do Sporting em Setúbal. Primeiro com os adeptos, a felicidade incrível de quem sabe que estamos sempre com eles, depois a corrida de mais de 40 metros em direcção a Alan Ruiz que tinha acabado de fazer uma fantástica assistência para golo. Schelotto ainda se juntou à melhor dupla do campeonato nacional para celebrar mais um golo do Sporting.

Há muito que este jogo era esperado pelo Presidente do Vitória FC, Fernando Oliveira. Depois da vitória para a Taça da Liga sobre o Sporting numa arbitragem habilidosa, da saída de Gauld e Geraldes após esse encontro, o Presidente Sadino queria voltar a fazer das suas. Não foi possível, pelo menos dentro de campo.

Já agora, o Sporting não teve bilhetes à venda em Alvalade para o jogo no Bonfim. Não sei se foi por não ter pedido ou se, eventualmente, porque o Vitória não cedeu. O que eu sei, e espero, é que o Sporting nunca entre nesse esquema que tanto prejudica os adeptos que adoram ver o futebol ao vivo.

Já há umas semanas o Tondela colocou os bilhetes a preços estupidamente altos, o estádio encheu de Sportinguistas, o clube da casa perdeu e para fugir à despromoção nos jogos seguintes, agora, até oferece bilhetes. O Arouca, depois da tristes figuras em Alvalade do seu Presidente (e filho), colocou os bilhetes ainda mais caros que em Tondela. O Estádio não encheu e perderam. 

Não quero, não desejo que o Sporting faça isso, mais ainda, quer que tenha um comportamento digno com os adeptos do Tondela, Arouca, Porto, Benfica e por aí fora. Que permita sempre que a festa do futebol vença e os adeptos não sofram pela estupidez de alguns dirigentes.

Jorge Jesus praticamente não mexeu no 11 titular e a alteração que fez era muito previsível. Com Adrien totalmente recuperado da lesão veio a titularidade, Bryan Ruiz saiu para o banco e Bruno César manteve-se na equipa, ele que atravessa o melhor momento da época (a seguir ao célebre jogo em Madrid). 

Estavam dois jogadores do Sporting em perigo de exclusão para o derby diante do Benfica: Marvin e Gelson. Marvin não escapou e foi amarelado, Gelson marcou o primeiro do Sporting e com a exibição segura da equipa, deu tempo para ser substituído e poupado para esse importante jogo.

O que eu esperava da noite de ontem passava, essencialmente, por 4 situações: adeptos Leoninos, golos de Dost e Ruiz, natural vitória do Sporting.

Falhou uma, vá, vamos considerar que foi meio falhanço. Alan Ruiz efectivamente não marcou, até ao 40' de jogo chegou a ser o único jogador do Sporting 100% de eficácia de passe. Mostrou que, quando não marca, é essencial para o jogo ofensivo do Sporting e a assistência para o golo de Bas Dost é soberba.

De resto, os adeptos do Sporting não falharam e foram bem audíveis os seus cânticos de apoio durante os 90 minutos, Dost voltou a marcar e o Sporting venceu mais um jogo.

Mas não posso deixar de referir Bruno César. Adoro ter jogadores deste calibre no Sporting. Profissional a 110%, dedicado ao clube que joga, um pulmão dentro de campo, joga até não poder mais, não refila, joga na posição que o treinador entender que é a melhor para a equipa. 

Nos últimos jogos tem estado incrível no apoio a Alan Ruiz e Bas Dost, ontem voltou a ter mais uma assistência para golo, foi o único jogador do meio campo que não perdeu bolas perigosas (obrigado GoalPoint) e só lhe faltou mesmo o golo para a noite ser perfeita. Quanto a mim, foi o homem do jogo!

Para a semana há um jogo com história, mais de 100 anos e que representa muito do futebol português, um dos "derby" eternos. O Sporting recebe o Benfica, nós sem nada a perder, apenas e só com o desejo que qualquer Sportinguista quer em qualquer jogo da nossa equipa: vencer.

Vencer para conquistarmos mais 3 pontos. Apenas e só. Claro que há a importância de vencer o velho rival, mas não nos colem, pelo menos a mim, à necessidade de vencer para dar o título a terceiros. Nem entro, nem quero saber dessa guerra. Eu quero que o Sporting vença sempre porque é o clube que amo, acima de tudo!

Sem comentários: