segunda-feira, 5 de junho de 2017

O futebol feminino do Sporting vence a Taça de Portugal!

foto: Sporting

O futebol feminino do Sporting está de parabéns. Não só pela vitória de ontem na Taça de Portugal no Jamor, mas, porque no ano de regresso da modalidade vencemos tudo aquilo a que o clube se propôs vencer. E não foi apenas no futebol sénior.

Para as campeãs, de todos os escalões, aos responsáveis técnicos e dirigentes, os meus sinceros parabéns pelo fantástico trabalho em prole do futebol feminino e do Sporting.

No Jamor não esteve só apenas uma grande equipa, outras duas acompanharam o Sporting: o Braga e a da arbitragem. O Sporting de Braga que foi um digno vencido, tanto no campeonato como na Taça, pratica bom futebol, é, tal como o Sporting, a grande base da Selecção Nacional que vai estar pela primeira vez num Europeu, na Holanda. A equipa de arbitragem fez aquilo que todos esperávamos, apitou bem e passou despercebida.

Depois ainda temos os adeptos. Do Sporting, em grande parte, também do Braga, e que estiveram em excelente número no Estádio Nacional transformando a grande festa da Taça no jogo com a maior assistência de sempre em Portugal. Bravo!

Do que se passou no jogo há que realçar a excelente primeira parte do Braga, que chegou à vantagem com justiça e soube mantê-la durante 1 hora de jogo. O Sporting na segunda parte reagiu bem, Diana empatou, provavelmente, a melhor em campo, e durante os 90 minutos são houve mais golos. 

No prolongamento notou-se o cansaço físico de praticamente todas as jogadores, excepção de Ana Borges, incrível!

O Sporting chegou ao golo da vantagem por Ana Capeta, a jovem jogadora entra com regularidade para marcar e o Braga apesar de ter reagido bem, tem algumas ocasiões para empatar, não conseguiu levar o jogo para os pontapés de pénalti. 

A vitória é justa do Sporting porque soube concretizar com maior eficácia as oportunidades que teve.

Nota final para a vergonhosa transmissão da RTP. Por duas razões. Primeiro, não basta colocar um comentador habituado a falar de homens e futebol para que se faça um boa figura. Convinha que a escolha recaísse em alguém com um mínimo de conhecimento. Segundo, os sucessivos cortes na transmissão com o concerto de Manchester, quando há mais canais da RTP para esse efeito. Não contentes com os quadradinhos da transmissão a ocupar 20% do ecrã, no final nem transmitiram a entrega da Taça. Inadmissível!

1 comentário:

João SCP disse...

Foi, claramente, um grande jogo em que a Diana Silva e a Ana Borges partiram a loiça toda e fizeram a cabeça em água às defesas do SC Braga, que também jogaram muitíssimo bem. Mas a Taça de Portugal tinha de ser do Sporting Clube de Portugal e ficou muito bem entregue. Penso que o Sporting deveria de chegar a um acordo com o Chelsea para renovar o empréstimo da Ana Borges visto que é uma mais-valia para a equipa. E também, já agora, parabéns ao Mister Nuno Cristóvão por ter levado as nossas Leoas à conquista da dobradinha.

ESFORÇO

DEDICAÇÃO

DEVOÇÃO

E

GLÓRIA