domingo, 4 de dezembro de 2011

Dr. Sócrates, um artista da bola



Morreu hoje um dos meus jogadores preferidos de todos os tempos. O mundial 1982 são memórias muito longínquas que recordo a muito custo, há coisas que estão alojadas bem lá no fundo do baú que para as encontrar é necessário juntar muitas peças. Sócrates é para mim, como para muitos da minha geração, um dos primeiros ídolos que vi a jogar futebol. A equipa do Brasil desse ano é provavelmente das melhores de sempre a deliciar-nos com as suas movimentações em campo. 

Que descanse em paz o enorme Doutor Sócrates, curvo-me perante a sua genialidade em campo e aguardo que daqui a pouco mais de meia horas, um ex-jogador nosso, que faz parte da história do Sporting, também ajude a homenagem ao conquistar o Brasileirão para o Corinthians. 

Sem comentários: