Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2016

Fernando Mendes, eterno Leão!

Imagem
Fernando Mendes morreu hoje. Desaparece uma figura importantíssima da história do Sporting, ficará para sempre ligado a uma das páginas mais brilhantes do futebol leonino.
Fez parte da equipa que venceu em 1964 a finalíssima da Taça das Taças, foi capitão de equipa, o único troféu europeu de futebol que o Museu do Sporting alberga. 
Osvaldo Silva, Mascarenhas, Figueiredo, Géo, Morais, Joaquim Carvalho (guarda redes), Manuel Marques (massagista), José Pérides, Fernando Mendes, Anselmo Fernandez (treinador), Alexandre Baptista, Reboredo (treinador adjunto), Pedro Gomes, José Carlos, Reis Pinto (preparador físico) figuram na galeria dos notáveis dessa mágica conquista.
Em 1979/1980, o Sporting foi campeão. Essa época ficou marcada por uma história, que não passa disso mesmo. No entanto, Pinto da Costa ainda lançou polémica sobre o célebre auto-golo marcado por Manaca ao que o jogador respondeu: "Não fui subornado pelo Sporting, mas estava aliciado pelo Porto".
Fernando Mendes …

A visita do Jornal do Sporting que nunca aconteceu!

Imagem
"Pedimos a conta, sem café, e a taluda cifrou-se em mais de 1.000 euros, 250 euros se dividido por quatro, o que mesmo num espaço nobre como este, num jantar à vontade entre quatro amigos, sem restrições no pedido à “la carte” não deixa de ser um valor muito elevado para a bolsa do português comum, seja ele gestor, médico, advogado, árbitro, observador ou delegado. Não chegou a ser assim, mas podia ter sido."
Bastava terem lido este conjunto de frases para, nos últimos dias, não andarem a fazer figuras tristes nas redes sociais. E foram muitos!
Claro que ninguém pede, a certos leitores, principalmente rivais, que comprem o Jornal do Sporting, mas também não é aconselhável formarem uma opinião quando apenas a única coisa que leram foi o título na capa.
Mas como até dava jeito para dizer umas alarvidades e lançar mais uns ataques ao Sporting, o que interessava era gerar "buzz à la Gil" para mostrar que no Sporting anda tudo doido que até gastam 1.000 euros num jantar…

Da entrevista de Bruno de Carvalho: eleições e Jorge Jesus

Imagem
Da entrevista que ontem Bruno de Carvalho concedeu ao jornal A Bola, são, na minha opinião, apenas dois assuntos relevantes e que merecem ser referenciados.
Não há muito a dizer nesta altura, com o futebol interno parado, sobre os três anos de Presidência já tudo (praticamente) foi dito.
A primeira refere-se à recandidatura. Obviamente, seria um passo natural e desejado. Pelo próprio e pelos seus apoiantes. A medida do seu sucesso, como o próprio admitiu, é o título de campeão nacional no futebol que ainda não conquistou, no entanto, o que de muito bom tem feito no clube, é suficiente para que possa encarar as eleições com optimismo.
Nessa entrevista, destaco o que o jornal A Bola considerou como positivo neste seu mandato:  o Pavilhão com data de inauguração para Março de 217, o regresso do Hóquei ao escalão principal e aos títulos, o Ciclismo, a contratação de Jorge Jesus, as inúmeras renovações bem executadas, o Acordo com a NOS, a Reestruturação Financeira, os Troféus, ainda que …

Descansa em paz Cruyff!

Imagem
Claro que um dos melhores jogadores de sempre do futebol teria de ser homenageado de outra forma em Portugal. Já lá vamos!

O mundo ficou mais pobre com a triste notícia da morte de Johan Cruyff. O eterno "14", o futebol total, o Ajax e o Barcelona, a Holanda, são apenas algumas das mais marcantes passagens do Holandês com a redondinha nos pés.

Por cá, o dia a seguir, é o do costume: um folclore.

Os jornais desportivos portuguesas sabem perfeitamente que os leitores portugueses, uma grande maioria, não gosta de bola. O mais grave é que os jornalistas que mandam nesses jornais acham que está tudo bem, e fazem estas capas, mas depois as vendas mostram o contrário.

Felizmente, tirando "A Bola", "Record" e o "O Jogo", lá fora e alguns generalista cá, por exemplo o Público, as capaz são autênticas obras de arte que Picasso ficaria orgulhoso!

Três anos de Bruno de Carvalho!

Imagem
Não adianta, neste momento, fazer grandes avaliações ao mandato ou à Presidência de Bruno de Carvalho. Disse, o próprio, um dia, que a sua medida do sucesso como Presidente era simples: ser campeão.

Todos concordamos com isso!

Bruno de Carvalho saberá, quando for necessário, se fez ou não um bom trabalho enquanto Presidente. Os sócios cá estarão, na altura que interessa, as eleições, dar-lhe a continuidade ou não como Presidente do Sporting.

Todos sabemos disso e concordamos!

Daí que tenha escolhi este tweet, imagem que ilustra o post, simples, do Pedro Sales, que nuns míseros 140 caracteres define da melhor forma possível o que foram este 3 anos e acrescentaria, que o estilo, o actual do Presidente, é, provavelmente, o necessário para este futebol português.

Aproveito, e como são 3 anos de Presidência, para apontar 3 pontos positivos e outros, na minha opinião, nem tanto:

+
Três anos como Presidente, três bons treinadores, um crescendo na luta pelo título em futebol;
Controlo Finance…

Sporting 5-1 Arouca :: continuar a lutar

Imagem
A união entre o clube e os seus adeptos mostrou, ontem, em Alvalade, que o Sporting está bem e recomenda-se. Foram 46 mil nas bancadas, milhares no país e mundo, que assistiram, e vibraram de uma forma incrível que há muito não se via para os nossos lados, a uma vitória sem contestação por 5-1.
A união, volto a frisar, mostra que os adeptos ainda não estão preocupados com as eleições que em breve virarão tema de conversa habitual. O título, a difícil luta pelo título, é o ponto principal. Falar de outra coisa, nesta altura, não faz sentido. Tudo tem o seu tempo!
Vencemos de forma categórica. Destaco neste jogo três jogadores. Ruiz, que voltou aos golos, e acaba com um período negro que assombrava a qualidade do seu futebol. Teo, que voltou aos golos e calou alguns e Schelotto que há quem ainda não perceba a sua qualidade.
Do episódio de Slimani e Jorge Jesus há pouco a dizer. O argelino quer jogar sempre e deixa tudo em campo. Sair de campo, não faz nesta altura, parte dos seus objec…

Estoril 1-2 Sporting :: voltou Slimani!

Imagem
Jogo complicado que o Sporting tinha na Amoreira diante de um Estoril moralizado que vinha de duas vitórias em que marcou 6 golos. Por outro lado, todos sabíamos que o Sporting tinha a difícil missão de recuperar do choque que foi a derrota perante o eterno rival, em casa, e a consequente perda da liderança no campeonato nacional.
O Sporting venceu sem deixar margem para dúvidas, ainda que no final, o Estoril tenha acreditado ser possível chegar ao empate, e o comentador da Sport TV também, tantos foram os guinchos, o que seria tremendamente injusto para o que a nossa equipa produziu ao longo dos 90 minutos.
Começámos pelos adeptos que encheram o António Coimbra da Mota. Os bilhetes voaram em Alvalade e à falta do ingresso que permitia ver o jogo, nas bilheteiras do Estoril foram os leões a procurar, em grande parte, pela oportunidade de ver a nossa equipa de volta aos relvados e às vitórias.
Foram 90 minutos de completa união, cânticos, animação, que, obviamente, não será estranho t…

Depois dos cartazes, os panfletos!

Imagem
Depois dos cartazes, que em tempos foram colocados na segunda circular, Lisboa volta a acordar com uma manifestação de desagrado pelo trabalho que o Bruno de Carvalho tem feito no Sporting.
Os panfletos que ilustram a imagem foram distribuídos pelo metro e afins e pretendem passar, claramente, uma mensagem anti- Bruno de Carvalho, que, por consequência é anti-Sporting.
Curiosamente, volta a ser nas vésperas de um jogo importante do Sporting, que, até terá lotação esgotada dos adeptos Sportinguistas que compraram todos os bilhetes que haviam em Alvalade para a deslocação ao Estoril.
Apenas três notas relativamente ao cartaz:
1. Estão no seu direito de protestar, a liberdade de expressão deve ser sempre respeitada, mesmo quando há mentiras nos argumentos.
2. Anos e anos de Soares Franco, Bettencourt e Godinho Lopes, cartazes? Panfletos? Nada e às tantas teria dado jeito a quem criou estes cartazes ter estado nalgumas AGs para ver o que era ser livre de opinião no clube.
3. Os que dizem…

Da tripla do jogo à luta pelo título!

Imagem
O jogo do passado sábado foi futebol. O Sporting tinha (e tem) as estatísticas quase todas a seu favor, menos uma, que acabou por ser fundamental, tinha vencido 3 jogos contra o Benfica esta época, estava em primeiro lugar e jogava em casa. Tudo parecia perfeito!
Quarenta e oito horas depois ainda não percebo como se continua a massacrar a cabeça com coisas como "Se o Bryan Ruiz não tem falhado", "Eles (com letra maiúscula) só tiveram 35% posse de bola", "Marcaram na única oportunidade"...acho que já perceberam.
Na viagem para o estádio a partir do Porto tinha dito várias vezes que confiava na vitória do Sporting, mas que este jogo era de tripla. Ainda me lembro de ouvir um sonoro "jogo de tripla? jogo de tripla?", ainda nem tínhamos saído do Porto. Por vezes não percebo como há adeptos que não entendem que a bola é redonda. Há muitos anos! 
Claro que é um jogo de tripla porque, primeiro é um derby, segundo porque é um jogo em que as condições …

Sporting 0-1 Benfica :: repetia tudo, menos o resultado!

Imagem
Repetia tudo. Repetia tudo do dia de ontem, menos, obviamente, o resultado. Mas isso não controlamos. Por isso, repetia tudo desde as 10h da manhã quando cheguei ao Solar do Norte no Bonfim.
Foi o meu terceiro comboio verde. Três jogos contra os grandes, em duas competições diferentes. Viagens incríveis com tudo o que de bom esta vida tem: bebida e comida. No final há futebol. Sempre o futebol que nos faz percorrer quilómetros e quilómetros para apoiar o nosso clube. 
Vénia aos dois rapazes que conheci e que vinham de Mogadouro. Que saíram no dia anterior, que pernoitaram no Porto, que pagaram cervejas, que regressaram hoje depois de um derrota e mais de 1.000 kms percorridos e que, apesar de tudo, continuam a acreditar que ainda há 9 jogos e tudo é possível, embora mais complicado.


Há ainda os habituais, o Luís, Pedro, Fábio, outro Luís, Márcio, Guilherme que veio de Inglaterra, Jorge e tantos outros que me esqueço o nome, mas que ajudaram a criar o ambiente perfeito para uma viagem…

Fellatios jornalísticos!

Imagem
O Sporting, como Benfica e Porto, terá (e tem) relações privilegiadas com alguns jornalistas. Não acredito, porém, que escrevam o que o clube possa querer. Por vezes, umas entrevistas, uns exclusivos, mas não temos, nem me parece ser possível no tempo de Bruno de Carvalho, um jornal a fazer autênticos fellatios para desvirtuar a opinião pública. Principalmente dos mais incautos!
Desculpem-me o termo acima usado, mas ainda estou a pensar nas oportunidades flagrantes falhadas no jogo em Guimarães.
Vamos a três exemplos recentes.
Rui Barreiro tem sido uma voz crítica de Bruno de Carvalho. Nada contra o facto de o ser, a democracia de opiniões é bem vinda. O problema é que este adepto do Sporting, conselheiro (ou ex-conselheiro) Leonino não costuma ser sério nas suas afirmações.
O que decide o jornal O Jogo fazer? Colocá-lo a escrever sobre o Sporting com o título "Pensar Sporting". É lindo!
Pelo Porto está Paulo Baldaia, pelo Benfica Lucas Pires, e até percebo que o jornal usa…

Vitória SC 0-0 Sporting :: subimos as muralhas, não entrámos no castelo!

Imagem
As idas a Guimarães são sempre deslocações revestidas de grande dramatismo. É uma cidade que alberga um clube com adeptos que são mesmo fanáticos pelo Vitória. Tal como eu sou do Sporting. Recebiam o líder do campeonato, depois de terem conseguido um bom resultado no derby minhoto em Braga na semana passada e estavam, de certa forma, motivados.
O Sporting não venceu. Merecia, fez por isso, mas o futebol é, e sempre será, bola lá dentro da baliza dos guarda redes. As oportunidades foram mais que suficientes para sair do D. Afonso Henriques com a vitória, onde se celebrou, a bom celebrar, a conquista de 1 ponto por parte deles. Isso diz muito do Sporting que actualmente visita qualquer estádio do país.
Jorge Jesus fez algumas alterações relevantes, umas por lesão, outras por opção. Em Guimarães apresentámos um quarteto defensivo deveras diferente do início de época e que poucos poderiam vaticinar: Marvin, Coates, Semedo e Schelotto. A defesa esteve impecável, o Vitória rematou, que me …