sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Entrevista de Godinho Lopes ao Expresso







"É um bocado sobranceira minha, mas sinto que se não tivesse vindo para cá, se não tivesse a equipa que tenho, se não tivesse feito o investimento que fiz, o Sporting tinha acabado. É o que eu acho"

Esta é, provavelmente, a frase que equaciona alguma polémica, digamos assim, em relação à entrevista que Godinho Lopes dá hoje ao Expresso. Uma entrevista com uma dose muito pessoal, vida privada, e depois com os assuntos relativos ao Sporting, mas poucos. 

O Sporting nunca iria acabar, caro Presidente. É o que eu acho. Mesmo que o vencedor tivesse sido outro. A força que está inerente a este clube, um dia próximo do inferno, no outro próximo da loucura apaixonante, certamente nos iria fazer percorrer outro caminho.

Algumas das frases mais importantes da entrevista, e a totalidade da mesma no final do texto, o timing da entrevista é um pouco desadequado. Há assuntos que mereciam outra profundidade. É uma entrevista para "vender o seu peixe", percebe-se bem a intenção.

"O Sporting é o primeiro clube que tem um filme da situação económico-financeira" (está é a demorar um pouco a aparecer nos cinemas, é que nem um trailer conhecemos!)

"Vai ao mercado de inverno? O Sporting não tem dinheiro (...) Por isso, vou manter os jogadores que cá tenho, e quem vier é por empréstimo ou atletas nossos que estejam emprestados."

"Optei por uma solução não de ciclo vicioso mas sim de ciclo virtuoso. Vou investir para depois recuperar. (...) De onde vem então o dinheiro? Do bancos não, porque não me quero endividar mais. Por isso, estou a pensar fazer, comunicando à CMVM primeira, uma abertura de capital da SAD. (...) É um tema que terá de passar pelos sócios"

"Hoje sou presidente, amanhã não sou. A minha principal preocupação foi reunir os sportinguistas."

"O Sporting Clube de Portugal tem sócios e será sempre dos sócios. Na reestruturação do capital da SAD, que é uma questão que nos preocupa, procuraremos encontrar condições para que o Sporting seja autossustentado."



















































(fonte: Expresso)

2 comentários:

Rui H. disse...

Olá.

Não sendo Sportinguista, confesso que alguma vezes gozo com o Sporting, como é normal entre adeptos de clubes rivais.
Mesmo sendo de um clube rival não acredito que o Sporting acabe tão cedo. Acredito sim, que passe por dificuldades e tenha que reduzir o seu orçamento para o futebol. Mas é um cenário válido para os clubes rivais Benfica e Porto.
O Godinho Lopes é um Presidente que pensa no futuro e usou a velha estratégia do se não fosse eu...
Pessoalmente acho errado entrar por ai. A verdade é que as Instituições ficam e os Presidentes vão embora.

@adeptovermelho

Sporting Sempre disse...

Desejamos um bom 2012 para os amigos do blog e que o nosso Sporting nos dê razões para boas "postagens".

SL

www.sporting-sempre.com