quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O fundamental é voltar a vencer!















"Não quero individualizar comentários, mas a crítica tenho de a ler e depois dou-lhe o valor que devo dar. Nesta altura é fundamental o Sporting voltar a ganhar. O Sporting tem de lutar com o Benfica e FC Porto, com respeito pelo Sp. Braga e pelo V. Guimarães que têm milhares de adeptos, mas o Sporting tem três/quatro milhões. Mas dá-me a sensação que muita gente que por aqui passou parece que fala de forma ressabiada e quem por aqui queria passar fala de forma injustiçada. 

O mundo do Sporting é este. Vejam o que disseram os últimos três treinadores que aqui estiveram: o Carlos Carvalhal disse que foi o clube mais difícil em que trabalhou, o Paulo Sérgio que se sentiu sozinho e sem condições, o Paulo Bento andou aos tiros aos jornalistas, aos árbitros, tiros entre aspas. Hoje estou aqui eu, há seis meses..."

Hoje Domingo desabafou na conferência de imprensa. Nota-se que não estava preparado para nesta altura do campeonato estar no quarto lugar. Mas esta é a realidade que temos, e o que há a destacar neste momento é que o Sporting só ganhando é que poderá alterar o rumo dos acontecimentos desportivos, aqueles que estão directamente relacionados com o treinador Leonino.

Quanto ao apoio vs a relação que os anteriores treinadores tiveram no passado com as Direcções/Adeptos, Domingos encontrou uma ambiente que há muito não se via em Alvalade. Retirando as primeiras jornadas, que por sua teimosia foram deficitárias em termos de resultados desportivos, o certo é que este ano em Alvalade não há vaias aos jogadores, nem direcção, nem treinador e mesmo quando a equipa sofre golos, o apoio das bancadas aparece sempre para galvanizar a equipa. Equipa essa que não está a corresponder. Já o fez, mas neste momento não está a acontecer e daí que vencer é o único caminho que levará Domingos a ter alguma paz. E nunca, mas nunca enfiar a cabeça num buraco e optar por desculpas tradicionais, ou que sinceramente já não pegam dos 45 de minutos de avanço.

Vale a pena aprender com os treinadores do passado que ele refere na conferência de imprensa, e perceber que apenas se deve interessar pelo aspecto desportivo. Quanto às outras guerras, que são direccionadas à SAD/Direcção, só tem de blindar o balneário para que não seja sentidas, porque o Sporting tem assuntos muitos delicados que mais cedo ou mais tarde irão ser debatidos. Seja mais para frente, se efectivamente a equipa não corresponder, seja no final de um período de 12 meses quando a avaliação do trabalho da direcção for efectuado. Seja como for...a Domingos só a vitória interessa, e amanhã também conta!

2 comentários:

Pedro O. disse...

e como não ganha, temos um treinador nervoso, cunfuso e confundido.

não é por aí Mister...

Bancada de Leão disse...

Sim, está confuso e nervoso, notou-se, mas soube dizer algumas coisas muito certeiras na conferência de imprensa.

SL