segunda-feira, 20 de abril de 2015

Sporting 2-1 Boavista :: sofrer demasiado!


O Sporting recebeu e venceu o Boavista por 2-1 num jogo onde o público leonino marcou, mais uma vez, a sua presença em bom número e apoiou durante os 90 minuto. O jogo começou com um dos golos mais rápidos marcados em Alvalade e poderia ter corrido de outra forma.

Não há dúvidas na justiça dos 3 pontos para o Sporting, mas quando aos 16 segundos já se vence por 1-0 este Boavista, não há razão para pensar que a diferença mínima iria ser o resultado final. Nada contra o Boavista, mas se nem contra 10 conseguiram melhor, contra os 11 que iniciaram a partida, o Sporting podia e deveria ter resolvido o jogo bem cedo.

Adrien não poderia dar melhor início de jogo ao Sporting com o golo madrugador e o final de tarde solarengo levava a acreditar que se tinha feito luz para uma vitória tranquila do Sporting. Mas, um erro defensivo na origem do golo do Boavista, tanta facilidade em frente a Patrício e a expulsão de Tobias, tudo transformou como já dizia Voltaire.

Vamos primeiro a uma facto com o cartão vermelho exibido a Tobias, ontem bem mostrado. São já 13 cartões vermelhos contra o Sporting. A equipa leonina não é agressiva que justifique tamanho número de admoestações. Certamente será já um recorde da sua centenária história, nem o Porto de Paulinho Santos conseguiria este feito com árbitros à séria!

Com a expulsão e o resultado empatado, Rosell, que tinha sido titular, deu lugar na partida a Slimani. Bem, podia-se dizer da substituição de Marco Silva. É uma forma de ver um copo meio cheio. Porque se virmos o meio vazio, dá para perguntar porque não foi alterada a estratégia em função do adversário, sabendo de antemão, que eles oferecem por completo o domínio de jogo. O Boavista, recordemos, é aquela equipa que mesmo em superioridade numérica no Dragão e com 11% de posse de bola (mais coisa menos coisa) arrancou um empate, porque não quer ver mais para lá disso, estratégia essa que, provavelmente, vai-lhe valendo o 13º lugar no campeonato.

Mas Marco Silva, que continua muito "abatido" nas entrevistas que dá, muito cauteloso e sem chama, parece, para quem tem ainda 3 anos de contrato, que no final de Maio arranca para uma nova etapa da sua vida. Espero estar enganado!

O Sporting com 10 acabou mesmo por chegar à vitória através do homem do costume, Slimani, e vão 11 golos para o campeonato a, apenas, 5 golos do melhor marcador da Liga Portuguesa. Dá que pensar se no final da época com esta boa prestação não vale a pena fazer um bom encaixe financeiro no mercado de verão. Diria que 20 milhões era bom negócio!

O Sporting venceu, mas a sensação que fica, principalmente da primeira parte, não é se Rosell deve ou não ser titular, ou se Adrien joga ou não muito, se Wallyson não merecia uma oportunidade ou até Gélson, isto porque o campeonato já há muito que para nós está resolvido. O que falta, há já algum tempo, é atitude. Isso preocupa-me porque em Maio ainda há um Taça para vencer!

Sem comentários: