segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Arouca 0-1 Sporting :: vitória saborosa!


Há duas coisas essenciais que nos podem levar a Arouca: a carne, vitela ou posta arouquesa, o Sporting. Quando vencemos, ambas são saborosas!

A vitória do Sporting não oferece contestação e dá-me uma certa piada ver o Lito, irmão do campeão Vidigal, fazer aquelas figuras. Primeiro no relvado, depois na sala de imprensa. Aceito que ele reclame uma grande penalidade, o lance caricato de Naldo devia ter sido assinalado grande penalidade contra o Sporting, não aceito que se possa vencer jogos, nem que se acredite nos três pontos, sem quase sair do seu meio campo defendendo com o "autocarro". O futebol, que nos fazem cobrar 20, 25 e 30 euros, merece mais que este "ferrolho" de equipas. No ano passado, este Lito, noutra equipa, com ajuda do árbitro tirou-nos 4 pontos.

Só podia haver um vencedor no jogo de ontem e que acabou por acontecer com um golo de Slimani nos descontos após muito sofrimento.

Agrada-me também ver que há muita gente, agora, a falar de arbitragem. É que no início da época, em jogos com o Tondela, Paços de Ferreira e outros que tal, estavam sossegados, Ao menos nisso, o Sporting vai mantendo a coerência, fala sempre. Que outros se juntem, fazem falta. Há muito para melhorar na arbitragem em Portugal.

A Sport TV vai mandando e ditando regras nos horários do futebol. A Liga Portuguesa, aparentemente nada faz, os clubes, pelo menos o Sporting, não sei se muito tem feito para que isso seja alterado, mas num dia como o de ontem, um verão de S. Martinho, não faz sentido absolutamente nenhum jogar-se às 20h30. Não percebo, especialmente quando a Sport TV está numa posição mais fragilizada, apesar de ter contrato em vigor, já perdeu fulgor de outros tempos. 

Os adeptos, e já não falo do meu caso que estava a uma hora de viagem, mas os muitos que de tão longe vieram, certamente agradeciam que o jogo fosse a horas mais apetecíveis. Isso e entrar a horas no jogo, as revistas que nos fazem em são "criminosas".

Jorge Jesus há muito que já tem o 11 base do Sporting. Aquele que entrou diante do Arouca é a sua segurança, é a partir dali que constrói as suas vitórias, todas elas, fora de portas, suadas. A curiosidade é que de todas as deslocações que o Sporting teve, esta temporada, só por uma vez vimos um jogo com tranquilidade: na Luz. De resto, as vitórias são sofridas, justas, mas muito sofridas.

Deste jogo em particular fica-me a dúvida que não consegui ver desfeita. Se o Sporting está a desprezar a Liga Europa, colocando jogadores menos regulares fazendo descansar os titulares, como raio entramos em campo e desperdiçámos 45 minutos de jogo?

A primeira parte do Sporting é sofrível. Muita posse de bola, o mesmo erro que, por exemplo, no Bessa nos fez sair apenas com 1 ponto. Oportunidades de golos quase nulas, os primeiros remates, com perigo, foram aos 44 e 45 minutos de jogo.

A segunda parte trouxe um Sporting mais dominador, a jogar praticamente no meio campo do Arouca, com circulação de bola entre todos os jogadores, mas, quando era preciso chutar, era quase impossível ultrapassar a muralha de 11 jogadores amarelos que se encontrava pela frente. Quando havia oportunidade para isso, tudo falhava, ora Teo nunca esteve em campo, ora Montero que o substituiu que apenas foi feliz no único remate que conseguiu fazer e que milagrosamente foi parar aos pés de Slimani que, como há 2 anos, deu a vitória ao Sporting.

Não me entendam mal, a vitória foi saborosa, justa e festejada como se um título tivesse sido conquistado. Como tenho vindo a referir, prefiro os 3 pontos às grandes exibições de empates e vitórias morais, mas estando o Sporting tão focado nesta competição, é natural que os adeptos queiram sofrer um pouco menos. 

Mas eu aguento assim até à 34ª jornada, saibam conseguir isso e não me importo, até porque mais complicado que chegar ao primeiro lugar é mantê-lo e disso ninguém tem dúvida.

Agora segue-se uma pausa para Selecções, uns tantos programas a falar de arbitragens e liga da verdade e do interesse de alguns nas arbitragens e no regresso há o terceiro derby em três meses!

3 comentários:

Valdemar Iglésias disse...

Bom texto.

Alguns apontamentos:

Que saudades de uma boa posta. Daquelas verdadeiras. :)

Já vi pelo menos 3 árbitros que, depois de verem as imagens do penalty, repetições, etc., dizem que não há penalty.

As revistas minuciosas são feitas ao cidadão comum, talvez ao que leve crianças ao estádio, ainda que ontem a hora tardia de ontem o desaconselhasse. Os ultras são os que levam tochas e petardos, entram livremente.

As vitórias suadas do Sporting, são-no porque somos nós o alvo a abater. Nós não temos equipas B na primeira liga.

Siga o terceiro derbi em poucos meses. O primeiro, em campo neutro, deu 2-0, mas que um dos golos, limpo, foi anulado. O segundo, na Luz, deu uma chapa 3 limpinho, limpinho. Pela lógica, o próximo, em Alvalade, ficará 4-0.

Um forte abraço, e SL

António Gomes disse...

Já são 6 árbitros... Os três que viste, mais os 2 do Mais Futebol, mais o Pedro Henriques...

A somar.. :-)

Bancada de Leão disse...

Obrigado Valdemar.

Compreendo a tua posição no lance da grande penalidade, mas ainda assim eu aceito que seja marcada gp utilizando a velha máxima que queria que fosse marcado para o Sporting se fosse a nosso favor. ;)

Venha o derby!

SL