terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Sporting 2-0 Boavista :: resolver na primeira parte!


Cada batalha, nesta guerra que é o campeonato nacional, é mais importante que a anterior. O Sporting lidera a classificação da Liga Portuguesa, quer manter a distância para os seus rivais e os adeptos acreditam cada vez mais ser possível vencer o título da época 15/16.

Na primeira volta, no Bessa, foi um jogo feio. Do lado deles porque havia pouca qualidade e muito jogo físico, do nosso lado porque não soubemos ser fortes e sucumbimos à possibilidade de passar para primeiro lugar isolado e da arbitragem que foi péssima, nomeadamente fora das quatro linhas.

Ontem era preciso melhorar, pelo menos, a nossa prestação. Foi a única coisa que aconteceu!

O Sporting até nem entrou bem no jogo e o Boavista mostrou-se. A trocar bem a bola, pressionar alto, ficava a sensação que iriam mesmo tentar jogar futebol. Demorou 15 minutos. O Sporting pegou no jogo, o Boavista passou a ver os jogadores do Sporting como "canela do pescoço para baixo". Nada contra, são formas de jogar, o importante é que o árbitro esteja atento. O que, infelizmente, não aconteceu.

Esta época, as equipas que vão a Alvalade lêem todas a mesma cartilha e escolhem atacar para a baliza Damas na segunda parte. Que é o nosso ritual. Não sei porque raio a moda pegou este ano, talvez sintam que a coisa funcione melhor assim, numa de superstição, e porque sabem que a bancada Sul de Alvalade tem sido fundamental para vencer jogos.

Por um lado até seria capaz de acreditar nisso. O Sporting tirando o jogo contra o Porto, Benfica (Taça) e Vitória SC tem tido muitas dificuldades em Alvalade. Felizmente, ontem, também não aconteceu.

Na primeira parte soubemos ser mais eficazes e marcámos por duas vezes antes do intervalo. Curiosamente de canto, na terceira tentativa isolada de Ewerton, e de livre directo, com alguma sorte, por Bryan Ruiz.

Na segunda parte apenas quisemos controlar o jogo. A vantagem era segura, até pelo futebol que o Boavista ia praticando, e, como bem sabemos, há jogo na quinta na Alemanha e segunda em Guimarães. São 8 dias muito complicados antes de receber o Benfica.

Vamos entrar na fase em que se perceberá a raça do Sporting.

Uma nota, individual, para Schelotto. Que belíssima partida que o argentino fez ontem. Influente no seu corredor, sem receio de atacar, controlando defensivamente a investida dos jogadores de xadrez. Haja paciência para que os novos jogadores se adaptem à equipa. Não há nada mais desmotivante que falar mal quando este têm apenas meia dúzia de minutos nas pernas.

Por fim, referir o discurso de Jorge Jesus pós jogo. Obviamente, que JJ sabe da importância dos adeptos, os seus agradecimentos, sinceros, foram importantes para manter esta união com a equipa. O próximo jogo é fora, num terreno complicado e onde maioritariamente os adeptos da casa estão em maior número que os nossos. E há poucos casos disto!

Última nota para o discurso de Jorge Jesus no final do jogo. JJ voltou a referir que a prioridade é o campeonato, mas não desvalorizou a Liga Europa como da última vez. O Sporting entra para vencer sempre em todas as competições, dis,se ele, e que gostaria de chegar a uma nova final da Liga Europa, mas, que não haja dúvidas que conquistar o título é a prioridade e onde ele está principalmente, focado. 

Quinta há jogo na Alemanha, onde espero fundamentalmente que a equipa entre com a dignidade necessária de quem veste a nossa camisola de leão ao peito e segunda logo se verá.

O importante do jogo de Guimarães é que já se podem reservar os bilhetes no Solar do Norte.

Em frente Sporting!

Sem comentários: