quarta-feira, 20 de julho de 2016

Será que a Liga pode respeitar os adeptos?



O artigo 43 do regulamento da Liga Portuguesa, no ponto 2 e alínea a) diz que as datas e horas dos jogos são estabelecidas entre a Liga, os clubes e os operadores televisivos, e que no caso das primeiras três jornadas devem acontecer até dia 19 de Julho. 

Na realidade, porque o Tondela já ontem publicou no Twitter a hora dos seus jogos, não estão a infringir as regras. Os clubes já terão sido notificados e saberão a que horas vão jogar nas primeiras três jornadas.

O problema é que os adeptos não sabem de nada, de forma oficial. Os adeptos, o principal activo de qualquer campeonato, estão a menos de um mês do início do campeonato sem saber como conjugar tudo: futebol, férias e família. Sim, os adeptos que vão aos estádios.

No meu caso particular, por exemplo, a segunda jornada coincide sempre com uma estadia nas festas tradicionais da aldeia do meu pai. Nem por isso, se o jogo for a norte, deixo de ir ver o Sporting. Neste momento já sei que o jogo é em Paços de Ferreira. Pode ser na sexta, sábado, domingo ou segunda. Eu tenho mais de 400 kms para fazer e preciso de preparar a logística: bilhete, viagem e conciliar com a família. 

A Liga não quer saber do principal activo e pretende continuar a maltratá-lo. Não sendo suficiente a força dos adeptos para mudar algo, espero que o meu clube, os outros clubes, sejam capazes de fazer ver a importância destes pequenos detalhes, porque farto de incompetência andámos todos nós!

Já agora, o Provedor do Adepto ainda existe e serve para alguma coisa?

Sem comentários: