sábado, 27 de agosto de 2016

Aquilani: um senhor na hora da despedida!


O Sporting acordou a saída de Aquilani da equipa. Era natural percebendo os últimos desenvolvimentos e compreendendo o que Jorge Jesus entendia ser o contributo do jogador italiano para a equipa. Mas Aquilani tem mercado, principalmente em Itália, e o Pescara garantiu o seu concurso.

Quando Aquilani chegou ao Sporting acreditei profundamente que era um jogador vital para um balneário como o nosso. Trazia experiência, qualidade técnica e táctica, sabedoria, uma presença importante para os mais novos, um figura de respeito.

Infelizmente no campo tivemos pouco proveito. Ainda assim, foi no Sporting que Aquilani teve o melhor aproveitamento quando comparamos os minutos em campo e os golos marcados.
Marcou 5 nos 1.595 minutos que jogou, ainda fez duas assistências, melhor média que na Roma, Fiorentina, Triestina, Juventus, Milan ou Liverpool. Pouco? Claro. Daí que o destino estivesse traçado há muito!

Podemos discutir se a transferência foi boa ou má, se com esse dinheiro podíamos ou não ter conseguido melhor, não me parece, com toda a certeza, que tenha havido má fé nesta contratação. Claramente era uma entrada que poderia ter tudo para correr bem, mas não foi ao encontro das nossas expectativas, especialmente dentro de campo.

Já fora dele, não tenho dúvidas que Aquilani foi vital no nossa balneário e ontem, na hora da despedida, a forma como se dirigiu aos Sportinguistas é digna de alguém que merecerá da nossa parte o nosso eterno respeito.

Boa sorte Aquilani para os desafios futuros, que tudo te corra bem excepto contra o Sporting!

Sem comentários: