segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Bravo André!



"Tenho pena, porque o Sporting é um clube que sempre gostei, é o clube do meu coração. Foram 14 anos e claro que preferia ter ficado, mas a nossa vida é assim. Se calhar a culpa também foi minha, mas não só. As coisas são mesmo assim, tudo aconteceu naturalmente. Não saio com mágoa".

Há muito que o tempo de André Martins no Sporting tinha passado. A saída, na minha opinião, até peca por tardia. O jogador merecia procurar um outro clube em que pudesse ser presença habitual em campo. No Sporting, de Leonardo, Marco e agora de Jorge Jesus, era quase impossível fazer parte do 11 titular. Em Maio de 2012 ainda acreditei, porém, que poderia ser a sua última oportunidade de mostrar o que valia para um clube que pretendia inverter o rumo que seguia até então.

Não foi possível. André Martins foi perdendo espaço, até desaparecer por completo e se perceber que estava na altura de procurar um novo clube. Aconteceu neste defeso onde avança para a Grécia e encontrará Paulo Bento no Olympiacos. Muita sorte neste novo desafio!

No entanto, há algo importante a dizer sobre André Martins. Sempre respeitou o clube. Sem jogar, sem críticas fáceis em jornais, um profissional como poucos neste futebol moderno. Por isso, as declarações que ele hoje fez sobre o Sporting, a sua carreira de futebolista, são de um brilhantismo e sinceridade muito raros hoje em dia.

André Martins mostrou qualidades pouco acessíveis a muitos dos melhores jogadores do mundo. Pode não o ser em campo, mas fora dele, tiro-lhe o chapéu. Bravo André!

Sem comentários: