segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Vamos ao trabalho!


O Sporting perdeu em Vila de Conde. Perdeu, e perdeu bem. O árbitro não teve influência absolutamente nenhuma no resultado final. 

Os adeptos não assobiaram à equipa como, provavelmente noutras alturas, poderia acontecer. O trabalho que está a ser realizado, apesar de estar longe da perfeição e de ainda não ter sido possível conquistar o título que todos pretendemos, é bastante satisfatório. O universo leonino reconhece-o!

Quando é para criticar o Presidente do Sporting, os detractores, rivais, adeptos em geral, porque não gostam do estilo ou da frontalidade, fazem-no muitas vezes de forma leviana.

Bruno de Carvalho, já o tinha dito no passado, precisava de rever a forma como comunicava e utilizava as diferentes ferramentas de comunicação. As redes sociais, um dos casos, precisava de um Presidente forte, incisiva e capaz de passar muito bem a mensagem. Bruno de Carvalho, no passado, esgotou-a, a mensagem.
Este ano, rodeado de bons profissionais acrescido da experiência de já andar há 3 anos nestas lides, reformulou a sua forma de comunicar. E bem!

Hoje foi mais um bom exemplo de "discurso interno". Reuniu as tropas em torno do que é fundamental, o Sporting, colocou os adeptos no lugar de onde nunca deveriam ter saído, e deu um exemplo importante e interessante de fair-play e bem estar no futebol português: os parabéns ao adversário pela vitória justa e uma crítica positiva ao trabalho do árbitro.

Uma dezena de palavras tão simples mas essencial, "O Rio Ave, pela eficácia nesses 15 minutos, mereceu vencer. Também tenho de deixar um registo positivo para a equipa de arbitragem que fez um bom trabalho".

Não vamos levantar a cabeça, ou olhar em frente e todos esses clichés que por aí andam. Há jogo na sexta contra o Estoril e só com trabalho, trabalho e mais trabalho conseguiremos os 3 pontos. Portanto, vamos ao trabalho. A conversa de ocasião fica para os que nunca viram nada de bom nestes últimos 3 anos!

Sem comentários: