sexta-feira, 7 de outubro de 2016

150 mil leões: obrigado!


O número de sócios do Sporting Clube de Portugal atingiu os 150 mil. É um número importante, não só pelo que representa em termos de dimensão, mas também pelo facto de ser um contributo fundamental para as modalidades do Sporting.

Para quem não se recorda, após a reestruturação financeira que aconteceu nos últimos tempos, a quotização reverte na totalidade para o clube (o futebol está na SAD). É, portanto, uma ajuda importante dos sócios para o crescimento (e manutenção) do eclectismo do clube.

Nem vou referir as vantagens de ser sócio, as formas e os modelos de pagamento que existem, são muitos e pensados para todos os bolsos. Ser sócio do Sporting é, por esta altura, relativamente fácil e quase obrigatório!

Durante o período que esta direcção está no comando dos destinos do Sporting, o número de sócios cresceu 60 mil, o maior de sempre, em três anos e meio, significa isto que desde Março de 2013, quando se falava e muito na "Belenensização" (o maior respeito pelo Belenenses, mas era o termo usado) do Sporting, o número de associados cresceu 70%. Poucos acreditariam nesta evolução.

O Sporting está agora presente em 63 países e sabemos que o objectivo é atingir os 170 mil. Os países com presença mais relevante são:

Portugal - 142.833
Suíça - 1.083
EUA - 713
França - 705
Inglaterra - 583
Luxemburgo - 477
Alemanha - 322
Canadá - 253
Bélgica - 185
Angola - 184
Holanda - 148
Moçambique - 115

Engraçado verificar que há um conjunto de países com presença quase simbólica neste universos como: Chile, Cuba, Eslovénia, Estónia, Gabão, Hungria, Indonésia, Israel, Lituânia, Malásia, Malawi, Rep. Checa, Rep. Dem. do Congo, Singapura, Tailândia e Uruguai com um associado cada.

Claro que sabemos da importância dos títulos para que muitos destes sócios, não sejam apenas um número até à próxima recontagem. Como sabemos, o universo de sócios volantes em função dos resultados é muito grande, infelizmente. 

Ser sócio do Sporting Clube de Portugal não deve estar associado ao rendimento do clube, mas sim à paixão que se tem pelo mesmo!

Sem comentários: