quarta-feira, 27 de abril de 2011

O que foi dito na Sessão de Esclarecimento



Estive presente hoje no Auditório Artur Agostinho na I Sessão de Esclarecimento promovida pela nova direcção. Digo primeira, porque segundo explicou o Presidente Godinho Lopes é intenção que estas acções se repitam.

Tenho de começar por elogiar o evento, a serenidade com que aconteceu num auditório que não esteve cheio e que merecia mais gente, e mantenho a única crítica que irei fazer, está relacionado com o horário. A um dia de semana às 18 horas deve ser complicado para muita gente marcar presença, mesmo sabendo que o evento poderia ser seguido em directo via Site Oficial do Sporting.

Do que se passou, provavelmente o Sporting irá disponibilizar em vídeo e certamente algumas coisas serão objecto de trabalho no jornal do clube, vou deixar as anotações que fui fazendo ao longo da sessão de esclarecimento e que tive a oportunidade de colocar no Twitter para quem não podia seguir. (a estrutura que a seguir se segue, é a da própria sessão e do que consegui apanhar)

Quero realçar ainda o esforço que Godinho Lopes fez para ouvir todos, mesmo os que não votaram nele, a serenidade de demonstrou e a fluidez nas respostas, bem como a diversificação das respostas "obrigando" outros membros da direcção a falar, casos de Carlos Barbosa e Paulo Pereira Cristóvão.

Godinho Lopes começou por uma declaração de interesse, avisando que não queria unanimidades e que estava ali para além de responder, ouvir e com muita atenção não só as questões do sócios como as propostas que eventualmente tivessem.

As questões iniciais e algumas declarações foram ainda "a quente" do último clássico, começou-se pelo "sistema" e pelas arbitragens ao que Godinho explicou que antes mesmo de qualquer crítica que se entenda fazer aos visados do costume, e que irá fazer sempre que necessário, é vital construir uma equipa  competitiva. Tenciona retomar a "luta" iniciada por Dias da Cunha e que a Direcção está a trabalhar por uma arbitragem independente.

Pelo meio dessa abordagem ainda questionaram-no sobre o relacionamento com a Comunicação Social, onde reforçou que os jornais têm um papel fundamental e que pretende "abastecer com notícias" e nunca com rumores, e deu um exemplo que tem visto muitos nomes de jogadores para o Sporting adiantados por jornais e que os que realmente estão em fase final de acordo ainda não foram falados. Salientou ser um bom sinal.

Estão a trabalhar para que os sócios atletas tenham plenos direitos tal como um sócio (tradicional), e que a alteração dos estatutos e do regulamento eleitoral será apresentado à AG. Em relação aos estatutos será em 2 momentos. Um primeiro com pequenas alterações que rapidamente podem ser introduzidas, um segundo numa fase de profunda remodelação dos estatutos que datam, salvo erro, de 1947.

Quer promover a ligação com os núcleos, cativar gente jovem para estar à frente desses mesmos organismo e que juntamente seja possível tratar rapidamente da descentralização.

Alertou em resposta a um sócio, que ser sócio correspondente é pouco atractivo e que só por amor, alguém o é! Vão ser criados os sócios adeptos (percebi que pode ser uma modalidade low cost) e o tal como falado em cima, o sócio atleta com alterações há muito pedidas.

Várias perguntas sobre o fosso e as cadeiras. Alias, referiu mesmo que são os pedidos que mais chegam a Alvalade via e-mail e outras formas de comunicação. Nesse sentido explicou que o fosso custaria qualquer coisa como 1 milhão de euros, e que as alteração de cor das cadeiras 1,2 milhões de euros. Todas estas alterações, ainda que desejáveis só podem ser efectuadas numa óptica de custo/benefício.

Em relação ao fosso é possível efectuar durante a época em curso (a próxima) porque a solução de colocar uma bancada que levará mais 4.000 lugares é viável. Mas que só fará sentido se conseguir-se esgotar os lugares que o estádio tem disponíveis. Dizia "para quê criar mais lugares se os outros ainda não estão todos vendidos?". Já em relação às cadeiras a viabilidade da operação só no final de 2011/2012 porque é necessário todo um processo de demora o seu tempo (entrou em pormenores de compra de cadeiras e por aí fora).

Pediram os sócios algumas alterações na tribuna de imprensa e explicando o porquê, e ainda  para ser criada a Fundação Sporting!

Sobre o jornal do Sporting começou-se por questionar o atraso na chegada do jornal a casa de quem assina e foram dados algumas informações adicionais. A distribuição do jornal é feita via CTT, que não considera um jornal prioritário como outros, logo a chegada a casa de quem assina pode ir até mais 2 ou 3 dias que o previsto. Carlos Barbosa disse estar a tratar do assunto, que o jornal do Sporting vende em média 7.000 unidades, sendo que 3 mil e qualquer coisa (foi o que percebi) são de assinatura. Adiantou ainda o Presidente que estão a estruturar algumas alterações para que haja colunista novos, gente jovem a escrever no jornal, atletas e ainda possibilidade de ler no site oficial.

Em relação ao pavilhão e à pergunta que muito tem-se falado durante os últimos tempos que o pavilhão não daria para o hóquei, efectivamente Godinho Lopes deu uma explicação técnica, no entanto como fez questão de realçar, o acordo com a CGD ainda não está fechado e todas as alterações são possíveis, sendo objectivo que o pavilhão sirva a todos. Um sócio sugeriu que fosse dado o nome ao pavilhão de um atleta das modalidades com relevo no clube e também ao Multidesportivo.

Em relação ao hóquei actualmente falou que está em fase de finalização um acordo com a câmara de Loures para que a modalidade tenha local próprio em breve, a casa do hóquei com lhe chamaram.

O assunto claques falado um vez e relacionado a junção e revista à entrada do estádio estar a ser tratado por Paulo Pereira Cristóvão. Inicialmente tinha ficado a ideia que se estava a tratar da junção das 3 claques no mesmo local, mas mais tarde na sessão Godinho Lopes adiantou que há várias soluções para as problemáticas da ocupação das claques vs revista e problemas nas portas que têm surgido.

Carlos Barbosa terá já em carteira uma solução para as sedes de distrito e respectiva aproximação dos sócios que não estão em Lisboa ao Sporting. Em breve será apresentada, foi o pouco que se ouviu. Godinho adiantou que pretende que as AG até possam ser alvo de video-conferência com voto referendário.

A primeira pergunta de uma mulher na sessão foi sobre a Auditoria. Ficamos a saber primeiro que existe o tal grupo de trabalho que é composto por elementos de outras listas que se candidataram às eleições (isso já sabíamos), mas em segundo e mais importante, que por muita boa vontade que tivessem em fazer a tal auditoria desde 1995 isso iria demorar mais que o desejável. Assim, vai ser contratada uma empresa que sob a alçada da comissão em cima falada, a auditoria será de 1995 a até ao último mandato (JEB), apresentará os resultados em 3 meses e que no máximo em 5 meses os sócios ficarão a conhecer todos os dados do universo consolidado do Sporting, o tal livro branco.

No âmbito da aproximação às modalidades/eclectismo, Godinho Lopes falou dos almoços com os judocas dos Sporting antes de partirem para os europeus, do futsal antes da partida para o Cazaquistão, e que se a equipa de futsal estiver presente na final será Carlos Barbosa a viajar até lá para assistir à final.

Sobre os reforços seja plantel ou equipa técnica (e referenciou Couceiro e a sua futura função) reforçou que não faria sentido dar nomes e que se comprometeu que a partir de 15 de Maio tudo se começará a saber. Sendo que há acordos praticamente fechados.

Um sócio relembrou para a discrepância entre a gamebox adepto e sócio. Um sócio tem um encargo muito superior e que o modelo teria de ser alterado. Confirmou Carlos Barbosa que já estavam a tratar disso.

E em relação aos números foram renovadas a menos 14.000 gamebox que na época anterior. Um número assustador. O Sporting hoje tinha pouco mais de 84.000 sócios, sendo que 40.000 não pagavam quotas!!!

Carlos Barbosa ainda dentro da política comercial afirmou que as alterações em relação ao cartão de sócio vão acontecer, um programa de fidelização estar a ser pensado com benefícios reais (entenda-se dinheiro) e não pontos!

Em relação ao Sporting B adiantou-se apenas que era intenção de criar para que os jogadores dos saiam dos juniores e que não tenham capacidade de jogar logo na equipa principal, não pensem logo em fugir do Sporting. Mas a ideia foi pouco amadurecida na sessão.

O fundo dos jogadores a fim de gerar mais valias e ser "construído" com pés e cabeça só daqui a 18 meses. É importante valorizar as acções da SAD do Sporting para haver mais investimento. Em 2012 os resultados consolidados do Sporting têm de ser positivos.

Em relação à bilhética e a um problema que lá relatei aqui no blog, por exemplo contra o Paços de Ferreira na primeira jornada, é objectivo da Direcção que o Sistema de Informação permita que um adepto/sócio compre bilhete para qualquer jogo (casa/fora) sem sair de casa ou pelo menos da cidade onde vive (arredores). 

No site do Sporting vão ser criadas 2 "janelas" adicionais. Uma primeira para que os sócios enviem as suas ideias para o clube. A Direcção quer ouvir cada vez mais o sócio/adepto. E uma segunda que será como um "Scouting", partindo do princípio que os sócios/adeptos do Sporting vêem muitos jogos de todos os campeonatos do mundo, então poderão referenciar jogadores para que o departamento ligado ao futebol possa analisar. No fundo aumentar a rede de prospecção!

Já foram apresentadas 3 propostas para o ressurgimento do Basquetebol e Voleibol e criação de uma nova secção de Golfe. Todas as propostas nesta fase terão de ser viáveis, dada a situação económica fragilizada do Sporting, e já estão a ser estudadas.

Por fim, já no final da sessão, 2 temas pouco abordados, a discussão já ia longa com 2 horas de duração, e certamente haverá tempo para se voltar a falar delas. Em relação às VMOCs a Direcção do Sporting diz que tudo fará para não perder a maioria do Sporting na SAD, a não ser que em AG seja alterado alguma coisa (foi assim que disseram). E que o Sporting paga 200 mil euros, penso que anualmente, de reformas a antigos atletas(!) do clube e que Godinho Lopes disse que desconhecia por completo e que foi uma surpresa quando viu com os seus olhos.

Dentro do que foi possível apanhar, estão aqui as ideias principais da I Sessão de Esclarecimento do Sporting, se houver algum erro ou omissão na caixa de comentários poderão dizer algo.

25 comentários:

GT disse...

Há que dar os parabéns a esta iniciativa que me pareceu muito boa, e desde já agradecer-te a forma sintética e sistemática como relatas-te o que lá aconteceu, a quem, como eu não pode acompanhar.

Agora fiquei com uma dúvida: Haverá um pavilhão para modalidades, mas o hóquei terá uma casa em loures só para si?

Cumprimentos

Pedro Varela disse...

Obrigado GT.

Nesta fase o hóquei terá casa própria, até que o Pavilhão exista e seja solução para todas as modalidades. Foi o que percebi.

SL

CL_Sporting disse...

Obrigado pelo resumo!

10A disse...

Obrigado pela síntese.

CratoSempre disse...

Muito bem... Penso que quem não assistiu no Auditório ficou praticamente dentre do assunto com esta postagem... Parabéns e obrigado.

adams disse...

Muito obrigado!

8 disse...

Bom post.

Obrigado pelo relato da sessão de esclarecimento.

As coisas parecem estar melhorando, mas seria muito dificil fazer no site do Clube um resumo semelhante?

Hoje é 4ª feira e o Jornal só sai na proxima 3º feira.

Anónimo disse...

Caro Pedro Varela gostei do teu post e fiz copy e paste para meter no meu facebook como nota para os meus amigos verem,gostei de algumas ideias que vão ser implementadas mas isto tudo depende se o clube começar a ganhar se não vai tudo por agua abaixo.Saudações leoninas Heitor.

Pedro Varela disse...

Heitor,

sem problema nenhum, como sempre costumo dizer os textos que aqui colocam são públicos.

SL

8,

realmente é muito tempo, e não custava colocarem um resumo no site como o que eu fiz aqui.

SL

Cantinho do Morais disse...

Pedro Varela,

Muito obrigado por este post. Para quem não teve lá está aqui um grande contributo e um grande acto de sportinguismo (o que não surpreende).

Já agora, pelo que viste (e conhecedor das tuas reservas relativamente a esta direcção) achas que estamos no bom caminho?

um grande abraço

Pedro Varela disse...

Obrigado, antes de tudo.

O que me parece é que estas sessões (e outras coisas que esta direcção tem feito) vão no sentido de 2 tipos de situações:

1. a união efectiva de todos os associados, dado que saiu-se de um acto eleitoral com divisões evidentes, e ontem, viu-se que haviam vários tipos de apoiantes naquele auditório. Portanto, desse ponto de vista o trabalho tem-se sido bem feito, a ouvir tudo e todos.

2. relativamente às medidas, claro que ainda é cedo para se dizer muito sobre o trabalho, mas é importante que com estes actos diferentes "promessas" fiquem registadas pois assume-se um compromisso, logo, mais fácil de se discutir e perceber o que tem ou não sido feito em relação ao prometido.

Agora, tudo isto é muito interessante, mas será em último caso a equipa desportiva formada e consequentes resultados a ditar parte do sucesso desta direcção, parte importante.

SL

Hugo Malcato disse...

"Pedro Varela disse...
(...)

Nesta fase o hóquei terá casa própria, até que o Pavilhão exista e seja solução para todas as modalidades. Foi o que percebi."

A situação é a seguinte - e já foi explicada pelo Gilberto Borges no Jornal Sporting:

- Estão a tratar de um local em ODIVELAS para que seja a "Casa do Hóquei", onde as equipas trabalharão a maior parte do tempo.

- Existirá a possibilidade dos jogos serem disputados num dos pavilhões municipais

- Equipas Senior e Junior do hóquei deverão ter a oportunidade de JOGAR no novo Pavilhão e treinar ocasionalmente

Helder Marques disse...

Varela, grande trabalho!
Obrigado, pá!

Pedro Varela disse...

Obrigado Hugo pela explicação em relação ao hóquei, mas fiquei com a sensação que ontem falaram em Loures.

SL

jvl disse...

Obrigado pelo resumo. Não me foi possível estar presente mas graças a este post, fiquei "por dentro" do que foi discutido.

LMGM disse...

Pedro, acompanhei parte da sessão via net e realmente o que falaram foi de Loures e não de Odivelas. Pode eventualmente existir uma situação imediata em Loures de de futuro em Odivelas uma vez que foi referido o nome do Pavilhão que seria a casa do hóquei e não a localidade.

Sobre a auditoria, fiquei com uma ideia diferente daquela que dizes e que o periodo analisado vai ser efectivamente de 1995 até "hoje" uma vez que o anterior livro branco foi publicado em 2000 e apresenta a evolução de passivo/activo até 1995.

Vai ser elaborado um novo livro branco nos moldes que descreves, se os sócios entenderem que essa informação é suficiente o processo de auditoria termina aí, se pretenderem maior informação continua mais profunda. A publicação do livro branco será daqui a 8 meses (diz a direcção) 12 meses (digo eu).

Já não vi essa questão das reformas, sabes se são relativas a atletas do futebol ou das modalidades? Lembro-me que essa solução foi aplicada por alguns clubes para reduzir o salário a atletas do futebol, principalmente na Holanda. Essa ideia surge por cá com o Valckx que tinha já uma reforma do Ajax ou PSV, claro que isto é muito bonito na altura mas é ruinoso em termos futuros e rapidamente os clubes deixaram esta prática, pero que las ay, las ay!

Pedro Varela disse...

LMGM,

Bem me parecia que tinha ouvido bem.

Sobre a auditoria, e já li o meu texto novamente, está mal explicado e vou alterar, a auditoria será desde 1995 até "hoje".

As reformas realmente não houve mais tempo para falar sobre isso, ainda estive para questionar mas já estavam destinadas as 3 últimas perguntas e nada feito, terá de ser numa próxima altura.

Ou então enviar um e-mail ao Presidente que ele diz que tem respondido aos e-mails.

SL

Hugo Malcato disse...

Pedro,

Não quis contradizer-te em relação ao pavilhão. Acredito bem que tenham referido a localidade de Loures, contudo, tenho quase a certeza que o Hóquei será situado em Odivelas.

SL

Pedro Varela disse...

Sim, eu percebi Hugo, até porque de modalidades dominas mais o assunto que eu, não tenho dúvidas.

SL

Cantinho do Morais disse...

Para mim o mais importante (e já vincado pelo Pedro Varela) é que este tipo de sessão e, por consequência, o que lá foi dito, exige um compromisso. Há uma palavra dada sobre determinado tema. E essa palavra foi transmitida pela direcção aos sócios.
Não há, agora, como fugir. É para fazer (e começa a existir o termo "Como"), há esse compromisso e uma palavra dada não pode voltar atrás.
Há um rumo.
Bom ou mau (e aplicado ou não), cá estaremos para avaliar.

Estou a gostar (mas é cedo e pouco).

jvl disse...

Pedro,

Esqueci-me de colocar uma pergunta: foi feita alguma referência acerca das filiais e da importância que teria estreitar as relações entre nós e elas?

Parece-me um ponto importante.

Pedro Varela disse...

Jvl,

foi falado sobre os núcleos, e que segundo Godinho Lopes estavam "envelhecidos" (no sentido de quem está à frente dos respectivos), disse que iria fazer para que mais gente nova estivesse na liderança dos mesmos e que era seu interesse uma aproximação que permita tornar o Sporting descentralizado.

jvl disse...

Obrigado pela resposta Pedro.

Acho que a questão das filiais, como o Olhanense, Sp. Covilhã, etc. não deverá ser desprezada.

Uma vez que pedem sugestões aos sócios, irei enviar a minha.

Pedro Varela disse...

jvl,

desculpa que não percebi que te referias aos clubes filiais...isso não foi abordado, mas como já em cima disse, era uma boa questão para se colocar ao Presidente.

SL

Tonho Zé disse...

Como simpatizante do S.C.P. gostei do que aqui li, acompanho a vida do Clube atravez do Jornal do Clube leio os jornais desportivos mas só as noticias em elação ao Sporting mas não compro nenhum porque simplesmente tratam muito mal o Sporting, não teem respeito pelo Clube que mais faz pelo desporto em Portugal e que mais titulos conquistou e acompanho o Sporting nalgumas transmissões que dão nas televisões das diversas modalidades. Obrigado pelo bom trabalho aqui apresentado.
Antonio Vieira