segunda-feira, 9 de maio de 2011

O mercado e a nova era!



"Domingo, em Alvalade, despedimo-nos com casa cheia, numa resposta dos adeptos a quem só poderemos dirigir uma palavra: Obrigado!"

Começa assim a última newsletter enviada aos sócios com um agradecimento por parte da Direcção, encabeçada por Godinho Lopes. E realmente estes últimos 2 jogos em casa mostraram a vitalidade do Sporting e o crer dos adeptos, as duas assistências somaram 66 mil adeptos, sendo que o último jogo diante do Vitória de Setúbal foi o segundo mais visto em Alvalade, só ultrapassado pelo jogo diante do rival Benfica.

Só para termo de comparação vejamos as assistências dos outros clubes nos últimos 2 jogos em casa. Porto, campeão e em festa, totalizou no seu estádio perto de 95 mil adeptos (perfeitamente natural), o Benfica ficou-se pela 65 mil, sendo que um dos jogos foi diante do Porto no jogo do apagão, caso contrários estaríamos perante outras contas na casa dos 54 mil. Braga a fazer um óptimo campeonato e uma prestação europeia de alto nível registou 45 mil adeptos e no total do ano aproximou-se do Vitória, o eterno rival, que com prestações titubeantes mas ainda assim uma presença na final do Jamor ficou-se pelos 20 mil adeptos.

O que os números das assistências têm mostrado em Alvalade é que apesar da falta de sucesso desportivo, os sócios/adeptos Sportinguistas estão empenhados na união em torno do clube, principalmente após o período eleitoral. Ou melhor, após a desistência de Bruno de Carvalho. 

Associado a este facto, a forma como a Direcção tem conseguido gerir as relações com os simpatizantes do Sporting, está mais que provado que construindo uma equipa capaz de lutar pelos lugares cimeiros no próximo ano, com bases sólidas e suficientemente bem trabalhadas para suprimir as lacunas da equipa, com um trabalho de marketing e comunicação bem lançado e com preços aceitáveis, o estádio de Alvalade pode regressar em breve às enchentes que já estivemos habituados. Mas, não tenho dúvidas que será uma plateia atenta e muito exigente!

Por outro lado, se os resultados desportivos se ajustassem com a grandeza no nosso clube, a esta hora estaríamos a discutir o fosso com outras "armas" para além da descaracterização do estádio. Se bem me recordo o número de gamebox máximo vendidas em pré-época para o novo estádio foi na casa das 36 mil, e estará na altura de se fazerem esforços para que os adeptos se sintam motivados para que tal objectivo seja ultrapassado.

Se o Sporting está disposto a gastar perto de 30 milhões de euros como Godinho Lopes avançou esta noite na Antena 1, acho que poucas dúvidas existirão, que parte dos adeptos que irão suportar as vendas do lugar de época para o próximo ano estará atento à construção da equipa. Como ainda não há bolas mágicas para adivinhar os resultados desportivos, a "ida ao mercado assume-se" como um anzol que tem de ser bem lançado porque caso não consiga apanhar o "peixe graúdo" pode deixar a nova Direcção de barriga vazia!

p.s. já agora para quem não leu a newsletter, a Direcção assume "Eis por que designamos a próxima época como uma nova era!"

Sem comentários: