domingo, 18 de dezembro de 2011

Académica 1-1 Sporting

imagem: TSF

















A verdade é que quando se falham tantos golos, não se pode lutar pelo mais importante, o título. O filme do jogo resume-se a um falhanço inacreditável do Ricky, há dias assim, logo aos 2 minutos, e o golo sofrido na primeira ocasião que a Académica foi à nossa baliza. Ficou a atitude que ainda nos valeu 1 ponto!

A entrada de Pereirinha em jogo causou, talvez, a primeira sensação de estranheza para este jogo. Eu só a consigo entender partindo da premissa que Carrillo não esteve bem nos últimos 2 jogos, que as soluções para aquele lado não existem actualmente e que Pereirinha mereceu a confiança de Domingos após o jogo em Itália. Tal como Bojinov quando entrou na segunda parte.

Mas nem estaríamos aqui a falar das alterações de equipa, nem de posicionamente, Schaars e Elias na primeira parte foram pouco acutilantes no jogo ofensivo do Sporting, se Wolfswinkel não falhasse escandalosamente aos 2 minutos um brinde proporcionado por Berger, e para que a noite fosse mesmo de desacerto total...junte-se-lhe mais uns 3 golos feitos. Como castigo tem de ser "matador" na próxima quinta feira!

Entre desacertos ofensivos, a falta de desequilibrar na direita, o espaço que Capel conseguia na esquerda e não era aproveitado e os centros rasteiros que quase nem chegavam ao miolo da área, a Académica na primeira vez que se aproximou da baliza de Patrício, marcou. Percebeu-se que a noite ía ser complicada. Um teste sério à capacidade da equipa!

Intervalo. Repetição de um lance de jogo perigoso na área da Académica, lance que passou despercebido a todos, era livre indirecto a nosso favor.

A segunda parte começa com as movimentações de Domingos. Pereirinha ficou no balneário, Carrilo entrou e foi importante para o desempenho da equipa na segunda parte. Primeiro no lado esquerdo, depois no lado direito quando Capel foi substituído. Bojinov, o tal que merece confiança de Domingos, mas que já desespera tudo e todos, entrou para segundo ponta de lança. 

Mais algumas falhas de Ricky e uma enorme defesa de Patrício. A do costume, a confiança com que parte para os lances é já de um grande guarda redes.

Domingos arrisca tudo quando decide colocar Evaldo em campo. Aquilo que ao início parecia uma substituição desastrosa, acabou por não ser. Insúa subiu no terreno e foi importantíssimo para a manobra ofensiva nos últimos 30 minutos. Tão importante, que teria sido vital, vamos a ver se há pedido de desculpas amanhã no Facebook do Rui Costa!

Onyewu falha de baliza aberta. É o desespero total entre companheiros e adeptos!

Sporting sempre a pressionar, a Académica à espreita com as setas apontadas à nossa baliza. Nova vaga de ataques, e mais uma, e golo. Elias. Surge automaticamente na minha cabeça o jogo de Paços. Ainda era possível em 10 minutos virar o resultado.

Mas não foi. Porque o Sporting estava exausto, porque a Académica defendia bem com o esquema que Pedro Emanuel tinha montado, porque....falhamos em demasia. Houve atitude, falhou-se na concretização. Devíamos estar  mais perto dos 2 rivais do costume. Não aconteceu, fechou o ano de 2012 para a Liga. Próximo jogo recebemos o Porto em nossa casa, a ver se saldamos os golos falhados!

Por fim, felicitar o enorme apoio dos adeptos do Sporting. Viu-se e ouviu-se muito bem durante o jogo. Quinta feira novamente todo esse apoio é necessário num jogo que pode valer uma Taça.

3 comentários:

Mike Portugal disse...

Hoje fez-nos falta o Domingos em campo ;)

Bancada de Leão disse...

Mike,

no lance do primeiro falhanço do Ricky, dá para ver a cara do Domingos que mais parece..."eu não falhava isto"! ;)

SL

Mike Portugal disse...

Eu acho que nem eu, que tenho tijolos em vez de pés, falhava aquela, nem a do Onyewu.