quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

As imagens da discórdia

















Façamos um ponto prévio em relação a estas imagens:

1. Jornal "Público" planta uma notícia na primeira página, até me custa a acreditar, com imagens que fazem parte de um livro do Sporting (mais concretamente os 35 ano da JL), fazendo passar uma imagem de terror aos adversários, vésperas do clássico Sporting-Porto;

2. As imagens estão naquele preciso corredor desde final de Julho;

3. Foram mais de 300 directores, jogadores, inspectores, engravatadinhos da UEFA (sim, houve 4 jogos da Liga Europa) que as viram e não reclamaram;

4. O Sporting não gostou e responde com muitas verdades, mas falha ao afirmar que tinham sido feitas vistorias pela LPFP e pela UEFA, e deixa que o assunto acabe por desaparecer;

5. O Público envia as fotografias para a UEFA, e esta emite uma opinião que o Sporting nos jogos da UEFA deveria retirá-las. A LPFP avisa que só age se alguém se queixar...mas não pode ser o Público;

O assunto parecia estar enterrado, e de certa forma o timing já tinha passado, ou supunha-se que já teria passado. Mas não. O Sporting demorou a reagir, e num acto de ironia para uns e de perda de tempo e dinheiro para outros que enche mais o ego de quem o preconizou que outra coisa, coloca uma imagens com girassóis e borboletas, um ambiente zen.

Sinceramente, eu acho que isto foi um capricho do Sporting. Não havia necessidade de responder desta forma, até porque o Sporting já tinha colocado o assunto em tribunal. Vale ainda a pena pensar no seguinte, acham que o Público ficou minimamente afectado com esta acção? Afinal as imagens anteriores estavam ou não aprovadas e foram ou não elogiadas? Pois...

Para mim ficavam as imagens que já lá estavam porque nunca as achei ofensivas, e mais, afinal quem manda em Alvalade? Nós!

3 comentários:

ana disse...

Um capricho do Sporting, não,. Uma brincadeira de meia dúzia de funcionários. Um disparate pegado. Era um puxão de orelhas no autor e mandá-los para o quarto sem jantar. De crianças, isto!

Hugo disse...

Meter o Público em tribunal porquê? Por publicar as fotografias? Onde isto chegou...

Pedro Polónio disse...

as imagens anteriores não foram aprovadas pela uefa... & quem manda nos jogos da uefa é a uefa... não é o clube.
:)