As indirectas dos jogadores?










Já ontem tinha referido os festejos de Boeck e o significado que isso poderia ter na alegria dos jogadores com a alteração do treinador. Hoje foram as declarações de Capel, "com Sá Pinto até à morte" e também com as do guardião brasileiro Boeck, "hoje todos correm", e há uns dias, "a bola parecia que picava nos pés" de João Pereira.

Se a isso adicionarmos o facto de Domingos criticar quase sempre os jogadores pelas derrotas, principalmente na fase mais dolorosa da equipa e nunca assumir a sua parte da responsabilidade, a dificuldade de comunicação nos treinos, bem como o decréscimo de rendimento de alguns jogadores, dá para perceber que "a cama" pode muito bem ter sido montada pelos jogadores. Dá que pensar e nisso Sá Pinto também terá que ter algum cuidado, com algo que agora lhe é benéfico, e tem sabido usar com aqueles cumprimentos no final de jogo individualmente a fomentar a relação com cada um, mas que pode ser um problema no futuro caso os resultados não ajudem!

Comentários

RG disse…
Penso que o RSP está livre disso. Não me parece ter personalidade para fugir ás responsabilidades e se esconder quando algo corre mal, abandonando o barco em 1º lugar. Como tal se cumprir o lema de "capitão é é smp o ultimo a abandonar barco" terá o respeito dos jogadores que querem ter alguém que os defenda e os ajude.
Mike Portugal disse…
Não me parece que os jogadores lhe fizeram a cama. Parece sim, que Domingos tentou fazer a cama aos jogadores, culpando-os em todas as entrevistas e eles retribuiram.
roque disse…
Aqui há uns anos, lembro-me dum jogo contra o Porto em que o Polga corta a bola e o Stojkovic agarrou. No fim do jogo o PB criticou severamente o Guarda redes por um erro que foi unica e simplesmente de arbitragem. A partir daí foi a novela que se viu... é muito importante os treinadores darem o corpo às balas em detrimento do grupo e responsabilizarem-se a 100% se as coisas não correm bem. Depois nos treinos que cheguem a roupa ao pelo dos responsáveis ou que aprendam a explicar as coisas com calma e tranquilidade... neste momento os estrangeiros do Sporting não precisam de tradutores pois o Sá pinto domina o Português, inglês, espanhol e até o brasileiro... Mas não querendo embadeirar em arco creio que temos condições para melhorar e atenção que até no descanso dos jogadores o Sá Pinto pensa...
Pinilla disse…
Não desgostando de Domingos houve muito cedo um sinal de que nunca me esqueci. No jogo com o Marítimo, a expressão dele no banco, de "eu não estou a acreditar nisto" e sentou-se, baixou os braços. No fim do jogo descartou-se um pouco. Desde aí não consegui vê-lo comprometido a 100%.
Tite disse…
De facto estes comentários parecem-me altamente agregadores da equipa leonina.

Que tudo se transforme para nosso bem. Já cansa de andarmos desmoralizados.

Rugidos de incentivo

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

A nova grelha da Sporting TV

Sporting TV dispensada!