Sporting 1-0 Braga :: 3 pontos bem suados!


Vamos começar pelo história do grande. Esta semana o Hélder Barbosa deu o mote e esperava que houvesse reacção do lado Sportinguista. Ninguém lhe ligou. Aqueles "mind games" fazem sentido quando são bem feitos, assim entre equipas do mesmo nível, caso contrário, é puro folclore.

Salvador, que já em tempos lhe reconheci mérito no bom trabalho que fez no Braga, soube aliar-se aos que ainda dão frutos em Portugal, voltou a falar do grande. Vamos recordar que este é o Presidente que um dia disse que gostaria de ter os adeptos como os do Vitória, o seu grande rival, que por acaso esta época até tem mais assistência que o Braga. Ou então podemos recordar que um grande não mete apenas 30 sócios numa AG. Ou se quisermos ser mesmo rigorosos, levamos o Salvador ao museu do Sporting, mas com mais calma não como a visita de hoje, e durante um dia fazemos-lhe um resumo dos mais de 100 de história que um Grande clube como o Sporting tem!

No final do jogo, alguma seriedade foi reposta. Peseiro, com um discurso absolutamente sincero falou dos bons tempos que passou em Alvalade, apesar de tudo, das mágoas da sua saída e do seu crescimento e teceu rasgados elogios ao Sporting. No dia anterior lá lembrou que o Braga é "apenas" melhor que o Sporting nos últimos 3 anos. E isso sim, dá que pensar.

Agora quanto ao resto. Folclore. E já agora, foi preciso chegar à 9ª jornada para os 3 grandes vencerem, isso, volto a referir, dá que pensar para o nosso lado.

Finalmente vencemos. Se tivesse de resumir o jogo de hoje diria que a primeira parte é do Sporting, a segunda do Braga, resultado justo...provavelmente até seria o empate. Mas assim fosse o futebol, e nós já tínhamos vencido mais vezes esta época. Há muito trabalho pela frente, muito mesmo.

De Vercauteren ainda pouco podemos falar, mas já na quinta feira tinha ficado com uma imagem muito interessante do tempo do aquecimento dos jogadores antes de iniciar a partida. Uma série de exercícios simples, devidamente assinalados, há procura de algum rigor, certamente. Já se viu qualquer coisa hoje, principalmente nos primeiros 45 minutos.

A diferença para outros tantos jogos é que hoje entrámos a ganhar. Ricky, o rapaz que já avisou que não mais vai festejar como até então tinha feito desde que começou a facturar no Sporting, marcou o golo que ditou o resultado final. Resolveu cedo a nosso favor um jogo que iria ser complicado, e nós sabíamos disso. Marcou e ainda estive muito activo em outros lances para outros resolverem e certamente não tínhamos sofrido tanto. Não podemos continuar a acreditar que o Patrício resolve tudo!

Mas a noite ainda trouxe a novidade Eric Dier. Os jogadores da B começam a aparecer na A, e já em sentido contrário há ordens para o mesmo se passar. André Martins jogou ontem contra a Naval na II Liga. Bom jogo do rapaz inglês, Cédric precisava de sentir a competição, que até obrigou a irmã ir para um pub em inglaterra para assistir à sua estreia. Merecido!

Ao intervalo percebia-se que o golo do Sporting podia ser curto. Permitimos que o Braga subisse no terreno, e o que habitualmente fazíamos noutros jogos, ceder os primeiros 45 minutos de jogo, desta vez foi exactamente o contrário. Cedemos o domínio ao Braga, apareceram Hugo Viana e Ruben, na primeira parte nem quase tocaram na bola, e depois Alan e Éder e Mossoró, e deixamo-nos entregar à sorte. A certa altura parecia que nada iria impedir o golo do empate. Claro que ainda tivemos oportunidades para fechar o encontro, Capel sempre voluntarioso, Elias a subir de rendimento nestes últimos jogo mas continua perdulário, Labyad a entrar bem, Carrillo bem na primeira parte, na segunda a mudança de flanco não resultou. 

Mas chegou. O que precisava esta equipa nesta fase era uma vitória. Antes de nova pausa de 15 dias, uma deslocação a Moreira de Cónegos onde caímos na Taça e a recepção ao eterno rival. Os três pontos de hoje eram absolutamente imprescindíveis!

Dos jogadores nestes próximos dias só se pode pedir trabalho, trabalho e mais trabalho. Vestir a camisola do Sporting é um orgulho para qualquer um deles!

Comentários

Héber disse…
« ...podemos recordar que um grande não mete apenas 30 sócios numa AG. »

Hehehehhe Adorei!

Mensagens populares deste blogue

A actual Direcção do Sporting deve marcar uma AG para ouvir os sócios. Já!

Macron, Nike, quem para o Sporting?

Obrigado, Ristovski!