Um caminho, uma alternativa e Ricky



"Não há alternativa: o Sporting tem de apostar na Academia e, na sua equipa principal, ir ao mercado procurar soluções que não tapem as esperanças aos da casa. Não faz sentido ter seis ou sete médio de qualidade na formação e depois contratar outros tantos para o plantel A. Neste contexto, é importante que o ADN Sporting seja comungado por toda a gente. Ou seja, os sócios e adeptos sportinguistas têm de perceber que os nossos jovens, para crescerem precisam do apoio de todos. Eu pergunto: onde é que está quem insultava Rui Patrício? E quem assobiava Nani?

Este jovens evoluíram, mas podiam ter escorregado. É preciso ter coragem e dizer aos adeptos que somos um clube formador, que vamos ter problemas na caminhada, mas este é o nosso rumo se queremos ser competitivos. Porque o que vimos nos últimos anos foi aumentar a massa salarial e não ter resultado"

É um caminho, e apesar de não ser um grande fã do José Couceiro, o que diz na entrevista ao O Jogo é pertinente. E continua com a questão da alternativa.

"Não sei (isto em relação à banca pegar na SAD)...Mas não vejo solução para recuperar ou salvar a SAD que não tenha de ser negociada com a banca. Não acredito em mecenas. A questão que temos de colocar é esta: como é que criamos riqueza? Temos de fazê-lo com os meios que temos para cairmos em ciclos em que os recursos são sempre escassos. E o quadro económico nacional e internacional é complicado como sabemos. Além disso, a imagem do Sporting - não é só a do presidente - está extremamente desgastada"

E por fim não podia deixar passar o que diz sobre Wolfswinkel.

"Ouço muita gente a protestar com Van Wolfswinkel. Mas querem o quê? Que ele pegue na bola e finte dez, como Messi ou Cristiano Ronaldo?"

Comentários

Unknown disse…
Um caminho, uma alternativa?
Mas não foi precisamente isso que disse o Jesualdo Ferreira na conferência de imprensa de apresentação, sem tirar nem por, apostar no ADN da formação??
Pois foi, só que o autor do blogue nesse dia estava mais interessado nas palavras do BC...
Quanto aos que assobiavam o Rui Patrício e o Nani, são os mesmos que assobiam o Wolfswinkel e a equipa agora e certamente assobiarão o Jesualdo e o Couceiro se lá voltar...
Gostava da vossa opinião sobre o post:
http://eulevezinho.blogspot.pt/2013/01/olhar-para-cimamas-como.html

de qq maneira precisamos de um avançado para o ricky se sentir ameaçado. o Betinho está "verdinho"..se for lançado vai ser queimado.
Bancada de Leão disse…
O que Jesualdo, Couceiro dizem, já há muitos a dizer, eu, provavelmente tu, e tantos outros. A questão é escolher isso como caminho, ser estratégico a médio/longo prazo. Que é bem diferente que dizer "o Sporting forma grandes jogadores"!

Ainda não percebi essa sisma com o BdC.

Quanto ao Wolfswinkel é só ver o que tenho dito sobre ele ao longo do tempo.
Bancada de Leão disse…
Paulo,


Duas coisas importantes desse texto. A primeira são os dados. Factuais. É importante perceber racionalmente onde podemos chegar. Os pontos necessários e onde nos colocam. E nisso, só há uma possibilidade. Vencer jogo a jogo. É isso que espero que aconteça. Posso não querer a continuidade desta direcção, mas quero sempre a vitória do Sporting.

Segundo, a capacidade de olhar para cima. É importante. Mas para olharmos para cima precisámos de saber o que queremos encontrar quando lá chegarmos. Eu acredito que há alternativas ao actual momento directivo e isso certamente a curto prazo passará pelo que os sócios quiserem num AG.

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A receita Bas Dost!