Académica 0-4 Sporting :: vitória dos Sportinguistas!

"Os únicos activos que importa preservar a todo o custo são dois: sócios e adeptos."

Começo por uma frase de Bruno de Carvalho há dias na entrevista à Bola, porque é merecido e justo referir aqueles que ontem contribuíram para um grande espectáculo em Coimbra: sócios e adeptos do Sporting.

Em Outubro de 2011 quem esteve em Guimarães, quando vencemos por 1-0 com golo de Capel, não se esquecerá certamente desse deslocação. Uma comunhão incrível entre todos, sócios e adeptos. Ontem em Coimbra foi absolutamente fantástico o que se viveu nas bancadas. Só o facto de voltar-se a ter alegria a ver o Sporting jogar, vencer e querer mais, diria que já valeu a pena estar em Coimbra.

Mas recuemos uns dias para aquela fase em que não se sabia o que poderia acontecer. Vencer o Arouca, tal como disse na semana passada, era uma obrigação. Golear foi um extra saboroso. Exigia-se, até porque a 3ª jornada lança um derby no calendário, que ontem em Coimbra a equipa conseguisse vencer e assim lançar o jogo contra o Benfica numa forma que poucos acreditariam.

O Sporting tem um historial quase imaculado de vitórias contra a Académica, mas a derrota na Final da Taça está ainda bem fresca. A desilusão desse dia é muito forte. Não foi no entanto suficiente para abalar a confiança da equipa, onde só nos primeiros 10 minutos estivemos desequilibrados. A partir daí só deu Sporting e ainda uma vontade de rir quando ouço o treinador deles dizer que marcamos 3 golos de bola parada. Querem ver que não contam?

Contam, tal como os 9 nas duas primeiras jornadas e que já não aconteciam desde 1954, e que por acaso correspondem a 25% dos que marcamos na época passada, o Annus Horribilis!



A vitória do Sporting não sofre contestação!

Leonardo Jardim começa a ter 11 base que são a sua aposta para esta fase inicial do campeonato. Repete-se (quase) a equipa, repetem-se processos. Esta para já tem sido a grande diferença dos últimos anos. Até ao momento não ganhamos nada, que não mais que os 6 pontos das duas vitórias e uma "equipa" a trocar a bola. A procurar o golo quando é necessário, a fechar os espaços ao adversário, a circular o esférico com o resultado perfeitamente controlado. Uma equipa confiante e serena. São essas as pequenas vitórias que se tem assistido nestes últimos jogos. E para isso dá jeito ter um treinador. Coisa que não tem acontecido com regularidade!

No plano particular não é possível deixar passar algumas referências. Começo por William Carvalho. Sou um grande defensor do jogo do Rinaudo, adoro aquele estilo do argentino, contava há umas semanas atrás que ele iria recuperar e voltar à titularidade. Naturalmente não foi isso que aconteceu. William Carvalho é o responsável. Um jogador seguro, de passe muito preciso, forte a defender e que apesar da tenra idade, porra, o rapaz parece que já estava integrado naquela equipa há anos. Se há forma de integrar jovens jogadores no plantel principal, esta é uma delas. 

Adrien Silva regressou a Coimbra e mantém a forma que já tinha tido o seu início na pré-época. Um jogador que não tem vida fácil em Alvalade, que procura a cada jogo responder às críticas, muitas delas justas, seja do seu elevado salários, das inconstantes exibições, mas há uma certeza, Adrien já sorri!

Carrillo...Carrillo...simplesmente La Culebra. Só precisa de mostrar todo o potencial que ninguém duvida que tem. As oportunidades estão dadas. O Peruano só tem de as aproveitar. É disso que se trata nesta fase inicial do campeonato. 

O Sporting venceu com uma tranquilidade que ninguém estaria à espera. Na primeira parte a vencer por 2-0, com uma bola ao poste que seria certamente um dos golos do ano, numa exibição segura a não deixar dúvidas na conquista dos 3 pontos. A segunda parte confirma-se o resultado com mais 2 golos e ao que alguns jornais chamam de "piedade" pelo adversário, o que se viu foi um Sporting maduro a controlar o jogo sem entrar em euforias. O objetivo estava cumprido.

Dois jogos, duas vitórias. À terceira jornada, sábado à noite, vem um derby. Pode-se pedir melhor? Não. Venham de lá essas emoções e o teste contra uma equipa a sério, como muitos já dizem!


Comentários

Leo Filo disse…
Mais uma excelente vitória,com um excelente resultado.
As equipas fazem-se de resultados, não há dúvida, mas é preciso ter os pés bem no chão.
De partirmos para um ano sem esperança nehuma (alguns, que depois de tanto exigirem a outros, pretendem agora esvaziar o balão para ter todas as desculpas possíveis), não se pode passar a pensar que já são os melhores, quer os adeptos, quer os jogadores não podem cair nesse deslumbramento.
Os problemas defensivos da equipa são notórios, nomeadamente nas bolas por alto (a dupla de centrais usada não dá garantias e Cédric nunca deu).
Os resultados sao excelentes, sem dúvida, mas a equipa ainda tem muito a melhorar e é natural que assim seja, pois, mais uma vez, foi quase toda renovada.

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A nova grelha da Sporting TV