Sporting 5-1 Arouca :: primeiras impressões

Ano após ano dificilmente consigo assistir à primeira jornada no estádio. Se for uma deslocação, a norte principalmente, ainda se arranja qualquer coisa, caso contrário não é fácil a coisa. Coincide sempre com as festas da aldeia do meu pai, e anualmente a visita é garantida, tal como no mínimo, ver o jogo pela televisão, seja a que hora for.

Foi a uma boa hora. A meio da tarde, ver regressar o futebol a Alvalade é motivo mais que suficiente para se ficar contente. Estamos em Agosto, mês tradicionalmente mais escolhido para férias, mas dependerá sempre de nós para que os jogos do Sporting continuem a horas decentes. Foram 30 mil no domingo passado, mas sinceramente esperava mais.

Pormenores à parte, vamos ao que interessa.

Assisti com natural calma à pré-época que o Sporting fez durante os meses de julho e agosto. Já tinha sido assim na época passada, bastou-me há 2 temporadas quando acreditei que era possível pelo menos lutar por um lugar cimeiro.

Este ano mantive toda a calma do mundo. Os jogadores foram assinando pelo clube, raramente me interessa muito o que se diz sobre eles, apenas me preocupam o que farão daqui para a frente em jogos oficiais. 

Do treinador penso o mesmo. Há um registo positivo e que agrada a muitos, peço apenas que coloque a equipa a jogar futebol. Não peço bom e bonito, apenas que a equipa pratique um jogo equilibrado pois, apesar das inúmeras dificuldades, somos o Sporting. Tacticamente com poucos erros e que se percebe que há empenho de todos.

Mas faço sempre um palpite, quanto mais não seja entre amigos, do que acho que vale a equipa neste início de campeonato. Não temos a pedalada de Porto e Benfica, podemos lutar com o Braga, que pelo que tem feito nos últimos anos leva uma ligeira vantagem, e depois há sempre clubes complicados mas que apesar de tudo, há qualidade para suplantá-los. Quer dizer que vamos ficar em quarto lugar? Obviamente que não. É o que penso neste início de campeonato, espero que no final esteja enganado e que a evolução seja tão positiva que o resultado final seja muito acima do esperado.

Da equipa escalada por Leonardo Jardim para defrontar o Arouca pouco a dizer. No eixo da defesa estiveram Rojo e Maurício, como esperado, William Carvalho que foi a revelação da pré-época foi titular, Adrien não podia faltar, abandonou-se a ideia de André Martins a extremo, Wilson Eduardo no apoio ao ataque e Montero na frente.

Mas os primeiros 25 minutos trouxeram-nos alguns episódios a recordar o momento negro da época passada. O Sporting melhor, o Arouca a marcar na primeira oportunidade de golo.

Claro que as condições são outras. Alvalade não assobiou e bem pelo contrário acreditou que era possível vencer e conquistar os 3 pontos diante de um estreante no nosso campeonato. Era o mínimo. E os mínimos o Sporting tem de os fazer sem sobressaltos.

E assim foi! Ao intervalo já vencíamos por 2-1, e um tal de Montero não mandou calar os adeptos, mas calou certamente quem muito o criticou no seu primeiro jogo a feijões. Posso enganar-me completamente sobre o colombiano e não perceber nada de futebol, mas a qualidade está lá e será certamente um dos reforços a seguir atentamente.

Continuando.

Tenho a certeza, embora sem provas que sustentem este meu pensamento, que em Alvalade ninguém pensou noutro resultado se não a vitória diante do Arouca mesmo a 45 minutos do final do jogo. Mesmo quando Patrício foi chamado a intervir. 

O jogo do Sporting fluía com naturalidade, finalmente transições defesa-ataque como há muito não se via em Alvalade, um pouco como já tínhamos feito contra a Fiorentina, o tal jogo que muitos apelidaram de mentiroso. Mérito para o treinador, é o que esperamos dele.

Vencemos com naturalidade e com uma goleada que poucos acreditariam. Aos fim de 180 jornadas terminamos em primeiro lugar. Euforias? Zero. Alterações no que pensar desta equipa? Zero. Um caminho lento com inúmeras dificuldades começou ontem. Há muito trabalho para fazer. Certezas? Zero. Pronto, uma pelo menos. Ninguém sentiu falta do Bruma. Mas espero que volte ao clube, nem que seja para o vender.

O Sporting começou a época 2013/2014 como há 4 não acontecia, mas também só fez aquilo que lhe competia. Vencer ao Arouca. Nada ganho, nada perdido. Há 29 jogos pela frente e muito para sofrer!

Comentários

DiogoC disse…
No estádio apareceu que estavam presentes cerca de 30000 adeptos,mas sinceramente quem foi ao estadio viu perfeitamente que estavam mais de 30000 pessoas, no minimo 35000/40000
Bancada de Leão disse…
o que já li é que há muitos miúdos que nem entraram na contabilidade.
Unknown disse…
Um bom começo, com uma boa vitória, o que já não conseguiamos há 4 anos na primeira jornada.
Um resultado melhor que a exibição, sendo que com um 5-1 parece que tudo correu bem.
No entanto, devemos a Rui Patrício muito deste resultado, bem como a Montero.
A defesa continua a não dar garantias (o melhor até foi o DE) e W.Carvalho ainda não apoia bem os centrais, no entanto fez um passe soberbo para o segundo golo.
Espero que a defesa melhore nos próximos jogos. Talvez a entrada do Dier possa dar outras garantias (seja a central, LD ou mesmo no meio campo).
W. Eduardo está muito mais experiente e conhecedor das suas limitações tirando o melhor partido das suas qualidades.
Carrillo espero que a continuidade do jogos melhore o seu empenho e não tenha tantos "apagões" durante os jogos.
Montero não engana, tem qualidade, no entanto, apesar dos 3 golos, creio que renderá mais com outro avançado mais fixo ao seu lado, mas, se continuar a marcar assim e, acima de tudo, o SCP a ganhar, nada há a dizer.
Não sei se Magrão saiu por estar "tocado", mas se assim não foi os meus parabéns a LJ pela sua substituição antes do intervalo. Magrão pode ser até um bom jogador, no entanto tem de se convencer que não está a jogar no brasileirão.
Em suma, um excelente resultado, melhor que a exbição, contra uma equipa que de primeiro jogo na primeira divisão tinha só o nome, pois a maior parte dos jogadores do Arouca tinham mais jogos na primeira divisão que quase todos os jogadores do SCP, sendo por isso uma equipa experiente e matreira, o que só valoriza, ainda mais, a vitória do SCP.
Exactamente, muita criança não foi contada, pois entravam ao colo, muitos bilhetes que não abriam os torniquetes e ser os assistentes a passarem o seu cartão, muita gente a entrar depois da hora (disseram-me que os números dos espectadores são dados pelos 20 min de jogo), ora eu entrei já havia 10 minutos de jogo e ainda havia muita, mas mesmo muita gente atrás de mim para entrar... Quando sai da bilheteira onde estive hora e meia para levantar o meu bilhete comprado on-line, só nessa bilheteira ainda havia muita gente atrás. Imagino as outras...
Na bancada estava no sector a28 ao sol e não havia assim tantos lugares vagos, e do que via pelo resto do estádio tn não estaria só com 30K, que significaria qs meia casa e muito espaço visível...

Por isso arrisco que estaria de 35k a 40k no estádio e perto dos 40k...
Mas foi um espetáculo de luz, som e divertimento...
Luz porque tanto quis ficar perto do relvado que apanhei uma estolada de sol :-)
Som e divertimento foi o espetáculo dentro e fora das 4 linhas....

Mensagens populares deste blogue

Porque não concordo com a expulsão de Bruno de Carvalho!

Sporting 2-3 Rio Ave :: fim de ciclo para Keizer!

A receita Bas Dost!